Home / Sea World

Sea World

Opa Opa Oyster – Cerimônia de Abertura da Ostra no Sea World!

Ellerim feliz com sua pérola na Sea World.

Ellerim feliz com sua pérola na Sea World.

Na nossa última viagem Ellerim ficou louca para ganhar uma pérola tirada na hora da ostra, na atração Oyster’s Secret, na Sea World. Como nunca tínhamos participado da cerimônia de abertura da ostra resolvemos experimentar!

E sabe que foi muito legal! Não custa muito caro (cerca de US$ 16), e você precisa ter sorte para pegar uma pérola grande. Claro que eles ainda tem muitas e muitas caixinhas bonitinhas para você comprar e guardar sua pérola!

Primeiro uma Host chama a mergulhadora, e pede para ela ela traga as ostras.

Primeiro uma Host chama a mergulhadora, e pede para ela ela traga as ostras.

Ela mergulha na hora e traz várias ostras para escolhermos.

Ela mergulha na hora e traz várias ostras para escolhermos.

Ela explica que quanto mais feia a ostra mais chances de ter uma pérola grande. E a Ellerim escolheu a mais feia de todas!

Ela explica que quanto mais feia a ostra mais chances de ter uma pérola grande. E a Ellerim escolheu a mais feia de todas!

Ela então coloca a ostra num potinho, para a pessoa levar até o local da cerimônia.

Ela então coloca a ostra num potinho, para a pessoa levar até o local da cerimônia.

A gente entrega a ostra para a pessoa que vai abrí-la.

A gente entrega a ostra para a pessoa que vai abrí-la.

Agora é hora da cerimônia. A criança bate com o pedaço de bambu em cima da ostra três vezes falando "Opa Opa Oyster"

Agora é hora da cerimônia. A criança bate com o pedaço de bambu em cima da ostra três vezes falando “Opa Opa Oyster”

E então tocam o sino!

E então tocam o sino anunciando que a ostra será aberta!

Esta parte da abertura não é muito bonita. Mas é interessante ver a pérola dentro da ostra.

Esta parte da abertura não é muito bonita. Mas é interessante ver a pérola dentro da ostra.

Assim que termina de abrir a pérola é entregue para a criança.

Assim que termina de abrir a pérola é entregue para a criança. Nâo podemos ficar com a concha.

Levamos então a pérola para dentro da loja, onde ela é limpa e medida.

Levamos então a pérola para dentro da loja, onde ela é limpa e medida.

A ostra da Ellerim depois de limpa!

A ostra da Ellerim depois de limpa!

Ellerim na loja com sua pérola!

Ellerim na loja com sua pérola!

E claro que ela nos convenceu a comprar mais uma, afinal, precisava de duas para fazer um brinco!

Códigos Promocionais Sea World 2013!

540px-SeaWorld_Logo_svg

 

Se você está buscando ingressos para os parques Sea World de Orlando, aproveite os Códigos Promocionais válidos até 31/12/2013!

Código “Promo Code”: PLAYANDDINE – o ingresso para um dia com alimentação e bebida incluída para todo o dia sai por US$ 92 para adulto e  US$ 84 infantil.

Promoção McDonalds: Ingresso adulto por US$ 72 e infantil por US$ 62 CLICANDO AQUI!

Para usar os códigos promocionais, acesse a página da Sea World CLICANDO AQUI!

Para dias de semana até dezembro 2013 os ingressos estão saindo por US$ 50! CLIQUE AQUI PARA COMPRAR DIRETO NO SITE!

Depois, coloque o código promocional como mostrado na foto abaixo:

sea worldVocê também consegue bons preços no site Reserve Orlando!

Os preços no portão são: US$94.79 para adultos e US$86.27 infantil (3-9), incluídas as taxas. Comprando pelo site oficial com antecedência tem o desconto de US$ 10 automaticamente, além de outros descontos comprando ingressos para mais de um parque.

Se você pretende visitar também Legoland e Nasa, pode optar por um Orlando Card (clique aqui) para dois ou quatro dias, e ainda pode ganhar US$ de desconto com o código ZMMOUSE.

Livrinho de Atividades e Colorir Sea World Parks!!!

Novo Livrinhos de Atividades dos parques Sea World, para as crianças se divertirem no avião, e já irem se familiarizando com os parques e entrando no clima da viagem!!!
Agora os livrinhos para colorir e de atividades são todos com páginas avulsas em JPG. Assim, você pode copiar e imprimir cada página, e preencher a idade e o nome à mão, ou mesmo preencher em qualquer programa de edição de imagens ou no word. Dá até para personalizar!
LEIA COM ATENÇÃO:
As imagens estão em escala para impressão em papel A4, no modo paisagem.
Para ver as imagens em boa resolução e copiar, clicar com o lado direto do mouse e “abrir em nova guia” ou clicar em cima da imagem! Depois, clicar com o lado direito do mouse e clicar em “salvar imagem como” ou “save image as”. (assita o vídeo de como salvar clicando aqui!)
Este livrinho tem uma capa, (imprimir em folha gramatura 180 ou 120 gramas deixando o verso em branco), e mais 10 páginas, para imprimir em 5 folhas normais, em frente e verso.
Mais informações sobre como imprimir e montar os livrinhos, ver a página de “Livros Colorir” na barra de menu do cabeçalho do blog, ou Clique Aqui!
Página 1 do Livrinhos de Atividades e Colorir Sea World

Dia 10/11 (quarta-feira) – Sea World


Saímos perto de onze e meia, porque o Believe era meio dia e meia… mas mesmo indo direto, estacionando no estacionamento VIP, e andando super rápido para o estádio a gente chegou atrasado… nossa, como é demorado entrar nos parques né… Ainda pegamos um lugar para sentar, mas assistimos só o final do show. Ainda bem que todo mundo já tinha visto em outras viagens. Ficamos nos enrolando um pouco pelo estádio, para decidir onde almoçar, mas então todo mundo que saiu do show pensou a mesma coisa e todos os restaurantes estavam lotados. Fomos para o The Terrace, que é um restaurante lindo, que tem poucas opções, mas estava gostoso. Ficamos quase meia hora na fila. Quando saímos, tiramos fotos com personagens, e na frente do jardim do fundo do mar encontramos vários tratadores com vários bichinhos lindos (tipo macaquinhos e outros mamíferos pequenos). Os tratadores explicavam os hábitos do animas, enquanto eles andavam pelos seus braços e comiam algumas nozes e frutas secas… (eram 3 ou 4 tratadores, que ficavam um pouco distantes uns dos outros) muito fofos mesmo. 

Logo o Mauro parou num daqueles jogos de basquete, e ganhou um pinguim grande, bem fofo. Seguimos para o simulador do Expresso Polar, que já estava aberto (embora a data oficial para abertura fosse só dia 12). Fiquei bem feliz, porque tinha perdido esse brinquedo na última viagem. E agora ele foi todo reformulado, e o filme é aquele do Expresso Polar, com narração de Tom Hanks, e é muito lindo. Não tinha fila nenhuma, e a mãe foi com a Ellerim no filme sem simulador. Adorei o novo filme, tudo de natal, e a estação polar também, estava toda enfeitada (não sei se eles vão manter esta atração assim depois do natal, mas tomara que sim). 

A Ellerim adorou ver a baleia beluga e as morças. Lindos estes animais. O urso polar estava dormindo, e não chegou a mergulhar. Estes observatórios também podemos ver tanto por cima quanto por baixo. E todo o ambiente ali é lindo, imitando uma estação polar de verdade. 





Muito divertido, e acabamos ficando mais de meia hora por ali, e quando vimos, estava em cima da hora do show dos golfinhos. Mas a Ellerim tava muito ansiosa para ir no labirinto e no parquinho de areia, e a Manu queria ir no parquinho molhado, e elas não quiseram ir de jeito nenhum no show. Nossa, fomos dois dias na Sea World e assistimos 1/3 de show… mas tudo bem, desde o início a gente quis fazer uma viagem sem compromisso, para fazer só aquilo que desse vontade na hora. Esse dia estava bem quentinho, e foi muito gostoso ficar ali pelo Samu’s Happy Harbor. Eu tirei o tênis e entrei com a Ellerim no parquinho de areia, e foi uma delícia, e a Rô foi com a Manu no parque molhado. 



Depois, eu e a Rô deixamos as meninas com o Mauro no labirinto (coitado) e fomos para a Manta (iupiiiiiii!!!!). Gente, tudo de bom essa montanha russa. A fila já tem um aquário espetacular (tem um observatório deste aquário por fora, para quem não quiser ir na montanha russa). A fila estava vazia (mas vazia mesmo, a gente chegava e já ía pro carrinho, só tinha fila para os primeiros lugares). Primeiro a gente senta na cadeira (suspensa por cima) normalmente, e então colocamos a barra de segurança nos ombros, daquelas de descem, e então UAU, a cadeira vira e a gente fica completamente de barriga pra baixo, suspenso! A gente já começa a rir nessa hora. Do nosso lado estavam dois brasileiros, pai e filha. Eu não sabia muito o que esperar, mas a sensação foi maravilhosa! É uma montanha russa muito, mas muito gostosa e confortável. Adorei, e resolvemos ir mais uma vez. De novo um brasileiro de cada lado (uma esposa que o marido não teve coragem, e um marido que a esposa tinha medo). voltamos para o parquinho, mas mesmo sem fila, contando a ida e volta, levamos uma hora. Quando chegamos o Mauro ainda estava quase se matando correndo atrás das duas no labirinto (rsrsrsrsrsrs). Então, deixamos a Ellerim com a mãe e a Rô no parquinho, e fomos embora do parque, porque tínhamos o jogo de basquete. Fomos andando bem rápido, e tentei convencer o Mauro a tentar a Manta, mas não teve jeito (agora ele se arrepende de não ter ido). Passamos então uma última vez no Shark Encounter (primeira vez que passo nesse aquário completamente vazio, foi demais), e eu queria passar nos pinguins, mas o Mauro vetou por causa do horário (snif).

 Nossa, deu muuuita pena de ir embora, porque o parque estava lindo demais com sol, e completamente vazio.




Dia 07/11 (domingo) – Sea World

 
Eu sempre fico muito encantada na Sea World. É um lugar tão especial, que eu fico quase o dia todo de boca aberta, não canso de me admirar. Não tem a perfeição da Disney, mas tem algo tão especial quanto. Acho que é essa mistura da água e animais, é simplesmente perfeito. Principalmente quando a gente ainda não foi pra Disney (eu sempre acho que qualquer coisa fica um pouco ofuscada depois da Disney… é como conhecer qualquer cidade logo depois de Paris, por melhor que seja, sempre perde um pouco a graça). E eu e o Mauro somos amantes dos animais, então, adoramos esses programas. Não tivemos pressa de manhã, porque seriam 2 dias de Sea World. Saímos 11 horas. Mas chegamos no parque às 10:15h (?????). Bom, pensei que estava doida, e a mãe disse “vai ver que a gente se enganou”… não mãe, tenho certeza que eram onze horas… fui perguntar para um funcionário e ele me disse que tinha terminado o horário de verão! Que legal, ganhamos uma hora! Agora nossa diferença de fuso pro Brasil aumentou para 3 horas (no Brasil 3 horas mais tarde). Entramos com nosso Eticket comprado pela internet na promoção Pepsi Exclusive (por US$ 42,00) e já fomos para o balcão do lado pra pegar o ingresso grátis para o 2º dia, e foi bem rápido. Passamos o dia passeando e vendo os animais. O legal é que quase sempre tem dois observatórios para os bichos, um por cima e outro por baixo da água. Como os golfinhos, primeiro vemos a piscina, onde eles pulam e recebem comida. Depois, damos a volta para ver o aquário por baixo da água, que é lindo. O tanque das arraias também é muito legal, e é bem engraçado dar comida na boca delas. E bem na frente desse aquário o Mauro começou o que veio a ser a grande felicidade da viagem pra ele… o álbum de moedinhas prensadas! Ele já tinha completado um na nossa última viagem, e aqui eu comprei de presente mais um álbum, e ele começou a nova coleção. Que felicidade a dele, parecia uma criança quando a moedinha caía… a Ellerim, claro, também adorou, e a Rô já comprou um pra Manu também. É bem divertido mesmo isso, todo mundo ficava sempre guardando as moedas de 25 e 1 centavos (a de 1 centavo tem que ser bem brilhante e novinha).

 

 
E pra melhorar, tinha uma pescaria do lado, que a Ellerim AMOU. Ela nem dá muita bola pro prêmio, ela quer mesmo é pescar (antes de ter filho eu nunca entendia essas coisinhas bobas nos parques, como pescaria e até o Dumbo… quem vai pagar pra ir na pescaria num parque com tanta coisa maravilhosa pra fazer?!?!?!?!?… bom, agora eu sei a resposta…). Almoçamos no Voyagers Smokehouse, e a comida era gostosa. Depois passeamos pelos pinguins (Penguin Encounter)… não sei qual é a minha história com pinguins, mas é uma paixão antiga. Eu fui nessa atração a primeira vez quando ela era novinha, e lembro que passei uma meia hora lá dentro naquele observatório atrás da esteira rolante, só observando.  

 

 
Parece um lugar mágico pra mim. E a Ellerim se apaixonou por pingüins aos oito meses, quando ganhou uma Pinga do Mauro (sabe, a irmãzinha do Pingu, aquele filminho de massinha) e sempre foi o bichinho preferido dela (tivemos que comprar mais 4 Pingas iguais por garantia, depois do trauma que passamos num final de semana que ela esqueceu a dita Pinga no colégio. O problema foi que ela viu as 5 juntas, e daí sempre queria todas, e o nosso medo de perder uma passou pra medo de perder cinco…). Enfim, a Ellerim sempre teve tudo de pinguin, roupa, pratos, copos, e uns 15 bichos de pelúcia (vai entender…). E claro que ela amou essa atração. Um sonho pra mim voltar aqui com ela, muito emocionante ficar com meu Pinguinzinho no colo (é, o apelido da Ellerim é Pinguinzinho, ou “Nosso Bicho”), e ela agarrada no meu pescoço, e o Mauro abraçado junto… que delícia… Pena que a mãe logo começou “vamos, já cansei de pinguin, não tem muito pra ver aqui né…” minha mãe, sempre uma sensibilidade de Orca… ai ai… paciência Karen paciência… Então, o maior barato, fomos dar comida pras focas! Esses bichos são uma figuras. Eu comprei 5 bandejas por $ 20, e uma foca já veio me acompanhando por todo o caminho. O Mauro levantou um peixe e do nada apareceu um pássaro enorme e arrancou o peixe da mão dele!!! Coitado, levou um baita susto rsrsrsrsrs.
 
Depois, as focas subiam no parapeito de vidro, e ficavam ostensivamente pedindo os peixes… são muito fofas, e foi bem divertido. Continuamos passeando, e chegamos no Shark Encounter. Eu adoro essa atração. Acho muito legal passear por este aquário, fico lembrando de Tubarão 3 (não sei se é um pensamento muito bom esse rsrsrsrs).
 
Na última vez jantamos no Sharks Underwater Grill, o restaurante dessa atração, que tem a parede inteirinha de aquário, e você come com os tubarões te olhando… bem legal, mas muuuuito frio (tem que levar casaco). Depois fomos tomar um café no The Terrace, passando pelo Sea Garden. Acho que essa parte toda é nova, e é linda. Eles conseguiram fazer um jardim que realmente parece com o fundo do mar. E também é local de personagens para tirar fotos.

 

 

 

 

 
Finalmente, levamos as meninas no labirinto (imagina o quanto elas estavam doidas para ir logo lá). Só que gente, não é um labirinto, é “O Labirinto”! É muuuito grande, tem uns 4 andares, e cheios de redes e túneis… ainda bem que eu era a última da fila, e fiquei com a máquina, assim ninguém conseguiu me flagrar nessa situação embaraçosa, correndo de quatro pra lá e prá cá, e subindo e descendo corda etc… o que faz a gente se meter numa situação dessas né…

 

 

 

 
Fomos eu, a Ellerim, a Rô e a Manu, e eu flagrei a Rô em várias poses comprometedoras (vou guardar como garantia!). Mas sabe que depois de 45 minutos lá dentro eu e a Rô até achamos que devia ter uma academia dessas por aqui… eu perdia os meus quilinhos rapidinho…  Deu tempo ainda de ir na montanha russa da Shamu, que as meninas amaram (até a mãe foi). Foi um dia muito, mas muito gostoso, e nada cansativo.
Top