Home / Diário bordo Disney 2010 / Dia 14/11 (Domingo) – Magic Kingdom

Dia 14/11 (Domingo) – Magic Kingdom

Depois do almoço a Manu quis tirar a fantasia da Yasmim, que tava um pouco desconfortável (esta fantasia é feita de um tecido fininho que pinica, e tem lantejoulas no meio das pernas, então quando a criança anda as lantejoulas ficam puxando fios da outra perna, e logo a calça tava todinha desfiada). Já a Ellerim adorou a fantasia da Cinderella, e me disse que não queria tirar nem pra dormir. Bom, saindo do Castelo eu descobri porque a gente deve dar ouvidos às vozes mais experientes… Magic Kingdom no domingo em dia de horas mágicas, só pra louco mesmo… tava tudo muuuuito lotado. Então, eu queria ir no Philarmagic, que era uma das únicas coisas quase sem fila, mas a Ellerim queria ir no Small World, que tava com mais de meia hora de fila (vai contra meus princípios ficar mais do que 10 minutos de fila dessa atração), mas a mãe ficou me torturando “tadinha da tua filha, é só meia horinha blá blá blá” e no final eu achei que valia mais ficar meia hora na fila do que o dia inteiro ouvindo, então fomos pra lá… mas no caminho eu resolvi ir no banheiro, e disse eu alcançava eles depois. Quando eu voltei vi que a fila tava imensa mesmo (saindo pra fora) e não encontrei ninguém, então fui pedindo licença e ultrapassando todo mundo, me apertando pra passar pelas pessoas. Fiquei uns 5 minutos repetindo excuse me please, excuse me please, excuse me please, excuse me please seguindo a fila e nada deles, e eu continuei, atrapalhando todo mundo até conseguir chegar na frente, e nada do pessoal, e pensei, puts, e eles foram sem mim… liguei pra mãe do Walk Talk e perguntei “onde vocês tão???” “Bem aqui, na frente da fila…” “Não pode mãe, eu tô aqui na frente do barquinho, e não tô vendo vocês…” “Que barquinho?” “Como que barquinho mãe, o barquinho do Small World!!!” “Ah, a gente mudou de idéia e veio pro filminho”…………….. acho que não consegui nem responder na hora…. como?????? como???? Por que não me avisaram????? Não acredito… e lá sai a Karen com a maior cara de tacho o caminho inteiro de volta… excuse me please, excuse me please, excuse me please, excuse me please. Saí dali correndo, e fui pro Philarmagic pra tentar entrar com eles, mas a moça na entrada falou que as portas já tinham fechado, então fui tomar um sorvete do Mickey. Uns 10 minutos depois o Mauro me liga no Walk Talk dizendo que eu joguei uma praga, porque deu um problema técnico e mandaram eles embora… mas eu juro que não joguei praga nenhuma não, foi puro azar deles! Bom, depois disso só restava uma coisa a fazer… ir pra fila do Small World, claro! Mas dessa vez tive que ficar lá no final da fila mesmo… meu consolo é que a Ellerim realmente amou essa atração, e fala até hoje. 


Fomos então umas três vezes no Carrossel, que era a única atração sem fila (por que será?). Eu brinco, mas na verdade não sei mesmo, porque eu acho o Carrossel muito mais legal que o Dumbo, que tinha uma fila quilométrica… 

Não nos preocupamos em fazer muita coisa nessa hora, porque o parque estava insano de cheio, porque teríamos as horas mágicas e também porque era apenas o primeiro de três dias de Magic Kingdom. Não consegui encontrar a entrada para a Mickey’s Toontown por causa das reformas e então fomos para a Tomorrowland jantar no Cosmic Ray’s Starlight Cafe, e era noite de show com o Sonny Eclipse (tá bom, é verdade que esse show está sempre em cartaz…). Eu sempre vou nesse restaurante, porque foi ali que fiz minha primeira refeição na Disney na nossa primeira viagem com meu pai, e ele adorava esse restaurante. Mas na época ele parecia um pouco mais claro, e os shows realmente eram ao vivo, com uma banda, em alguns horários apenas. O palco subia, e a banda surgia do chão, e era muito legal. Agora é sempre show com o Sonny Eclipse, um animatronic que canta e conversa com o público, e é bem legalzinho. 


É um restaurante Quick Service com 3 baias, com cardápios diferentes. Tem também um buffet gratuito com saladas e molhos para colocar sobre a comida. Saímos dali direto pra frente do castelo, pra ver o show de fogos. 

About Karen

3 comments

  1. Olá Sandra! Muito obrigada!!!
    Nós usamos um Canon G1, e gostamos muito, pois tem qualidade profissional mas é pequena.
    O Walkman que usamos é o Cobra (não gostamos do Motorolla). Mas agora já inovamos. Como os parques todos tem wi-fi estamos levando o nosso celular com um Chip americano, que compramos aqui no Brasil com uso ilimitado, por US$90. Comprei com a Joice na http://www.magicblueturismo.com.br/ !!!

  2. Olá, amei todas as viagens de vocês. Gostaria de saber qual a câmera que vocês utilizaram para tirar as fotos. Também gostaria de saber sobre o walkman que você falou que se comunicava. Desde já agradeço a sua atenção. Sandra

  3. A Ellerim ficou linda de princesa! Sua produção ficou nota 10!
    Ah, o nome Ellerim é muito lindo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Top