Home / Diário bordo Disney 2010 / Dia 23/11/2010 (Terça-Feira) – Viagem Miami – Brasil!

Dia 23/11/2010 (Terça-Feira) – Viagem Miami – Brasil!


Então, finalmente chegou nosso último dia. A mãe, a Rô e a Manu saíram mais cedo, pois o vôo delas era depois do almoço. E nós conseguimos um late checkout grátis, até às cinco da tarde! Melhor impossível. 

Saímos para uma última passadinha na Ross e na Marshalls (é incrível que mesmo após 20 dias de compras desvairadas a gente ainda tenha mais alguma coisa para comprar). 


Quando saímos da Ross, seguimos pela Flagger Street até a Macys. A sessão de vestidos infantis estava uma verdadeira loucura. Um vestido mais lindo que outro, tudo no preço de US$ 25 a US$ 40 no máximo. A Ellerim escolheu sozinha o dela, um muito lindo da Hello Kitty, que era o tema da festa, e saiu por US$ 26,99. Só mais tarde descobri que não é sempre que tem tantos vestidos assim. Em abril estivemos na mesma loja, e não tinha praticamente nada. Fiquei então sabendo que isso é sazonal. Então, se você encontrar vestidos lindos para sua filha, compre na hora, não deixe para comprar em outra viagem! 


Voltando da Macys, em sentido para o hotel, passamos numa lojinha da Sanrio, com produtos originais! É bem pequenininha, e fica do mesmo lado da rua que a Macys. Já compramos uns bonequinhos da Hello Kitty para Ellerim. 


Continuamos na Flagger, e quase no início da rua (em frente à Walgreens) vimos um restaurante na calçada, chamado Trë (www.tremiami.com) e resolvemos experimentar, sem muita expectativa. 


Foi uma grata surpresa. Adoramos este restaurante, comida excelente, preço honesto. Voltamos na viagem seguinte! 


Demos uma última passada no Bayside para nos despedirmos e seguimos para o hotel.  A Ellerim ficou super feliz com a mochila nova!



Depois de nos arrumarmos e carregarmos o restante do carro, seguimos com tranquilidade até o aeroporto, mesmo pegando bastante trânsito (quem vai para o aeroporto nos horários de rush deve sempre sair meia hora mais cedo que o necessário por causa do congestionamento). 

Mas o aeroporto é próximo do centro. Com todo o congestionamento levamos cerca de 45 minutos. A devolução do carro foi bem fácil (por isso gosto da Álamo), e todo o restante também foi tranquilo.  Difícil foi carregar as 7 malinhas básicas e convencer a Ellerim que ela não podia ir no carrinho porque não tinha ninguém para carregar!


De novo a Ellerim dormiu o vôo inteiro, com a cabeça no colo do Mauro e os pés no meu colo (e nós não dormimos nada, claro). 

Quando chegamos no Brasil aconteceu uma coisa que parece mentira contando! No Dutty Free o Mauro foi procurar um óculos Oakley que ele queria (deixou de comprar na Macys de Orlando porque eu não tava junto, e depois na de Miami tava $ 40 mais caro e ele não quis comprar). Ele viu o óculos, e estava mais caro ainda que Miami, $ 280. 

Ele saiu da loja e me chamou pra ver os óculos (eu estava fora com a Ellerim), mas ele não encontrou mais o óculos no expositor. Ele chamou o vendedor, e descobriram que um cara tinha acabado de pegar, e já estava no balcão para pagar. 

O Mauro então pediu ao vendedor se ele podia pegar o óculos com esse cliente só para me mostrar, e  pra ver a referência para ver se tinha outro na loja. Na hora que o vendedor veio, o óculos era o que o Mauro tinha visto, mas a etiqueta tinha o preço de $ 140. 

O Mauro ficou sem entender “tenho certeza que era mais caro, eu vi a etiqueta, tenho certeza que não me confundi”. O próprio vendedor ficou meio sem saber o que dizer, porque não lembrava o preço, mas achou estranho o nome do óculos, que ele achava que era diferente. 

Ele então anotou o nome e referência do óculos num papel pro Mauro, para ele procurar em uma outra viagem, já que não tinha mais nenhum na loja, e devolveu o óculos para o cliente que estava comprando. 

Quando chegamos em casa o Mauro entrou no site do Dutty Free, e colocou o código que o vendedor anotou, mas apareceu outro óculos completamente diferente, da Calvin Klein, por $ 140! 

Gente, eu acho que aquele cara trocou as etiquetas do óculos! Só pode ser, porque 15 minutos antes o Mauro viu o mesmo óculos com a etiqueta de $ 280!!! A gente até percebeu que o cara tava um pouco incomodado quando o vendedor pediu para ver o óculos… que horror! 

Bom, saímos da área de desembarque e passamos no verde, e fomos para o balcão da Gol, para pegar nossa conexão. Ali já encontramos de cara a mãe, a Rô e a Manu. 

E assim terminou nossa viagem (depois de mais um vôo de 1 horas, e mais uma viagem de carro de uma hora e meia, e finalmente chegamos em casa para abrir as malas!!!). 

Fim! 


About Karen

One comment

  1. Ai que viagem incrível!! Adorei ler os seus relatos querida

    Beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Top