Home / CityPass / New York – Atrações e Passeios!

New York – Atrações e Passeios!

NY vista do Top of the Rock

NY vista do Top of the Rock – por Luiz Lanznaster Junior 

Mais um delicioso post de New York com meu querido amigo Luiz Lanznaster Junior!

As atrações, digamos, clássicas em NY são e sempre serão:

A Estátua da Liberdade, Ellis Island (onde fica o belíssimo museu da imigração), o complexo do World Trade Center (agora incluindo o memorial e o museu do 9/11), a Ponte do Brooklyn, High Line Park, Times Square, musicais da Broadway, Empire State Building, Rockfeller Center, St. Patrick Cathedral, New York Public Library, Central Park, Museu de História Natural, o Moma (museu de arte moderna) e o Metropolitan Museum of Art.

O Fantástico Museu de História Natural

O Fantástico Museu de História Natural

Clique aqui para assistir o famoso documentário sobre o 9/11, dos irmãos Naudet.

A lista acima é o básico do básico, aquilo que todo turista de primeira (ou segunda, ou terceira) viagem a NY tenta fazer. Claro que há muito mais. Às vezes, nós mesmos criamos as nossas próprias “atrações”.

Para encontrar Jerry Seinfeld no Tom's!

Para encontrar Jerry Seinfeld no Tom’s!

Eu, por exemplo, sempre quis conhecer o restaurante que aparece no seriado Seinfeld, mas nunca conseguia encaixar no roteiro, por ser uma região um pouco fora de mão. Desta vez consegui. Tirei foto da fachada do Tom`s Restaurant e fiquei feliz da vida, mesmo sabendo que os episódios eram gravados em Los Angeles.

Ter que escolher o que ver é difícil e vai depender de seus gostos, afinidades, companhias de viagem, além do seu tempo de estadia na cidade. Até mesmo as condições atmosféricas podem influenciar e cancelar um passeio.

Passear pela Quinta Avenida, por exemplo, por si só já é uma grande atração, onde lojas viraram pontos turísticos, como é o caso da Tiffany e da Apple Store.

O legal é tentar planejar seus passeios por região, para não ficar indo e voltando de um lugar para o outro, se cansando à toa e perdendo tempo em demasia. Pode até ser meio óbvio, mas em uma viagem onde a sua “hora/viagem” custa muito dinheiro, o planejamento é fundamental.

Ao planejar um passeio por midtown, você pode descer a Quinta Avenida a partir do Central Park, na altura da rua 59, até o Empire State, que fica na rua 34. É um verdadeiro desfile de lojas, prédios famosos, pessoas de todos os tipos e cenários que pelo menos uma vez na vida já vimos em algum filme. Vinte e cinco quadras parece ser uma bela caminhada, mas garanto que você nem vai sentir o tempo passar. Para falar a verdade, talvez os seus pés sintam alguma coisa…

Outro passeio bem interessante é pegar o metrô (linha A,C ou E) e descer na estação da Washington Square, que marca o início da Quinta Avenida, uma praça cercada pela NYU (Universidade de NY), sempre com músicos tocando ao ar livre e conhecida pelo seu clone do Arco do Triunfo.

A partir da Washington Square é possível visitar tanto o West Village, quanto o East Village. Descer a La Guardia street é o início de um roteiro que gosto muito de fazer. Depois de três quadras essa rua mudará de nome para West Broadway (não confundir com a Broadway).

Pela West Broadway você vai passar pelo SoHo, o badalado bairro de NY, cheio de prédios com fachadas em ferro fundido, galerias, cafés e com ruas de paralelepípedo, até chegar na Canal Street.

Nessa região fica Chinatown e Little Italy. Do outro lado da rua você vai encontrar a Church street, que vai dar direto no World Trade Center e suas atrações periféricas. Ali perto fica o Pier 17. Por que não programar um almoço lá mesmo, com vista para a ponte do Brooklyn?

Alguns dilemas sempre surgem: e se eu só tiver tempo para ver um museu em NY? Depende. Gosta de arte, não necessariamente de arte moderna? Vá ao Metropolitan, cujo acervo é fantástico. Está com crianças? Museu de História Natural. Possui raízes familiares na cidade? Ellis Island, no museu da imigração.

Vista poderosa do Top of The Rock

Vista poderosa do Top of The Rock

Empire State Building ou Top of the Rock? Se eu fosse pela primeira vez para NY, talvez eu escolhesse o ESB, até pela mística que o envolve. Mas eu acho a vista do Top of the Rock melhor, porque seu observatório é cercado por um vidro, ao invés da mureta com cerca do ESB, sem falar que lá em cima a muvuca é bem menor que no prédio do King Kong.

E musical da Broadway? Qual eu escolho? Se for para ir a um só, aposte nos clássicos. O Fantasma da Ópera, Chicago e o Rei Leão não estão tantos anos em cartaz por acaso. Dos mais novos, Mamma Mia e Motown empolgam pela trilha sonora conhecida.

Para as atrações pagas, sugiro sempre comprar os ingressos antecipadamente nos sites de venda oficiais, evitando-se, assim, taxas extras que certos sites “terceirizados” acabam cobrando.

Como se não bastasse esse mundo de atrações, sempre existe a possibilidade de você “topar” com alguma celebridade. Afinal de contas, muitas residem na cidade e, como qualquer mortal, também vão ao mercado, correm no Central Park, assistem a peças de teatro, andam de metrô e passeiam pela cidade.

Luiz com Rod Stewart

Luiz com Rod Stewart

Certa vez encontrei o cantor Rod Stewart em uma loja. Agi normalmente, pedi licença, falei que era seu fã e tal. Mas a palavrinha mágica para ele abrir aquele sorriso foi “Brasil”. Batemos um rápido papo, falamos sobre futebol e o primeiro Rock in Rio (“Great night”, segundo ele). Já na calçada, com muita simpatia, ele atendeu ao meu pedido para uma foto.

Denzel Washington na saída do teatro

Denzel Washington na saída do teatro

Em nossa última viagem, conseguimos ver o ator Denzel Washington na saída do teatro onde ele é a estrela da peça “A raisin in the sun”, que está em cartaz no Ethel Barrymore Theatre (243 W 47th Street). Ficar de plantão na saída do teatro para ver os atores é um típico programa pós-show de muitos turistas em NY. Há quem goste…

Shows e muitos mais

Shows e muitos mais

E que tal acompanhar a gravação da cena de um filme em plena rua? Tudo pode acontecer quando se está em NY.

Bondinho de Roosevelt Island

Flávia

Flávia passando o Metrocard para entrar no bondinho

Este é um passeio diferente e não muito “turístico”. O tal bondinho é parecido com aquele do Pão de Açúcar. Ele faz um único trecho: sai de uma estação na 60th street com a 2ª Avenida e acompanha a Queensboro Bridge (a ponte que leva para o Queens), deixando os passageiros em Roosevelt Island. Ida e volta deve dar uns dez minutos. O Metrocard é aceito no oficialmente chamado Tramway Roosevelt Island.

 Não há muito para ver na pequena ilha que antigamente abrigava uma prisão e um manicômio, o que dá um certo ar deprê ao lugar. Eu pelo menos senti isso. Aqui o que vale mesmo é o passeio e a possibilidade de ver o skyline de Manhattan a partir do outro lado do East River.

INGRESSOS

Bilheteria TKTS atrás das escadarias

Bilheteria TKTS atrás das escadarias

Com relação à compra de ingressos para museus, shows, eventos esportivos, musicais e outras atrações em NY, recomendo fortemente a compra antecipada através dos sites de venda de ingressos, desde que seja efetuada nos sites “oficiais”das atrações, apesar das taxas de serviço às vezes meio salgadas. Como se sabe, hoje em dia é possível comprar quase tudo semanas antes da viagem.

Comprando antecipadamente, você economiza tempo evitando a fila da compra de ingresso, que muitas vezes pode ser gigantesca (tente ir ao Metropolitan Museum em um domingo de chuva e você irá entender o conceito de gigantesca).

Para os musicais, existe um enorme quiosque na Times Square chamado TKTS (ok, também há um perto do Pier 17, mas é um pouco fora de mão) que vende ingressos com até 50% de desconto para shows no mesmo dia. Um painel indica os espetáculos com descontos para aquele dia. Há também um aplicativo para smartphones da TKTS que te mostra em tempo real a situação de ingressos disponíveis.

Além de encarar uma fila costumeiramente grande, porém relativamente rápida, nem sempre vai ter ingresso para o espetáculo que você tanto gostaria de assistir. Nesse caso, vale arriscar na própria bilheteria do teatro, pois é bem comum ter ingressos que sobram por preços interessantes e com bons lugares no teatro.

Experiência pessoal: nunca comprei na TKTS. Olho para a fila e desanimo. Costumo comprar antecipadamente pelo site do musical (geralmente o Ticketmaster), mas algumas vezes, por decidir em cima da hora, acabei comprando o ingresso diretamente na bilheteria do teatro e em todas as vezes consegui bons preços e em ótimos lugares. Pergunte na bilheteria pelos “rush tickets”, ingressos que sobram e são vendidos apenas nos dias do espetáculo.

Outra maneira de evitar as inevitáveis filas das atrações “clássicas” de NY é adquirir um talão ou cartão de ingressos, que acaba saindo bem mais em conta do que adquirir as entradas separadamente.

new_york_city_pass

Os dois principais são o New York CityPass e o New York Pass. Já utilizei o New York CityPass e achei bem prático. Você compra pelo site, imprime o voucher e o troca pelo talão de ingressos na bilheteria da primeira atração que você for visitar. O CityPass dá acesso ao Observatório do Empire State Building, Museu Americano de História Natural, Metropolitan Museum of Art, MoMA (Museu de Arte Moderna), Top of the Rock ou Museu Guggenheim e Estátua da Liberdade e Ilha Ellis ou Cruzeiros da Circle Line. Custa US$ 109,00 (junho de 2014) e é válido por nove dias consecutivos a partir do primeiro dia de uso.

nyCardGuidebook

Já o New York Pass, uma espécie de cartão de crédito com chip, lista uma série de 80 atrações e é válido por até sete dias. Preços em junho de 2014 a partir de US$ 89,00, dependendo o tipo de passe adquirido. O passe de sete dias custa US$ 200,00.

PARA VER TODOS OS POSTS DE NOVA YORK CLIQUE AQUI!

About Karen

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Top