Home / Amtrak / Viajando de Trem Pelos Estados Unidos! Uma Aventura Diferente!

Viajando de Trem Pelos Estados Unidos! Uma Aventura Diferente!

Linha Amtrak de New York a New Orleans
Queridos amigos. Queremos compartilhar com vocês uma aventura diferente e muito legal que fizemos este ano. Depois de muito passear de carro pelos Estados Unidos, resolvemos experimentar como seria fazer esta viagem de trem!
Muitos fazem a Europa de trem, mas é mais raro vermos o pessoal passeando de trem pelos Estados Unidos, então não fazíamos ideia do que esperar.
Primeiro de tudo precisamos escolher o trajeto. Visitamos então o site da Amtrak (clique aqui) para analisar os trajetos e preços, e são muitas as opções.
Nosso ponto de partida era Washington, mas queríamos muito conhecer a Philadelphia. Então, acabamos optando por fazer uma viagem curta de Washington até a Philadelphia (1h50m), e dois dias depois fazer uma viagem longa, da Philadelphia até Atlanta (16 horas de viagem). A linha que escolhemos faz o trajeto completo de New York a New Orleans, com várias paradas.
O preço do trajeto Washington (Union Station, DC – WAS) até a Philadelphia (30th Street Station, PA -PHL) sai de US$ 35,00 (preço que pagamos) a US$ 105 (trem expresso), dependendo da data e do tipo de viagem, mais longa ou mais curta e o tipo de assento.Você compra tudo pela internet, e recebe o e-ticket com o código eletrônico para viajar, bem prático.
Esperando a partida do trem para a Philadelphia
Como este primeiro trajeto era curto, resolvemos não pegar cabine nem primeira classe, afinal são menos de duas horas.
Nós estávamos com poucas malas (deixamos para comprar as malas grandes apenas em Atlanta porque já sabíamos que não poderíamos entrar com malas muito grandes no trem).
A estação tem os mesmos monitores que existem nos aeroportos, com o número do trem, número do portão de embarque e hora do embarque, tudo muito fácil.
Você precisa chegar um pouco antes do horário para fazer o embarque, pois os trilhos normalmente são no andar de baixo da estação. Aproximadamente 20 minutos antes é feito o embarque, e ficamos esperando na frente do trilho.
O trem chega e pára muito rápido, apenas o tempo necessário para embarcarmos, e sai exatamente no horário!
Vídeo mostrando nosso vagão

Como tudo era novo, o passeio passou muito rápido. Primeiro ficamos verificando tudo que tinha na cabine, e testamos o wi-fi, que funcionou perfeitamente e sem senha. E cada poltrona tem a sua tomada para os aparelhos eletrônicos. Os assentos são muito mais confortáveis do que no avião, e as estações são no centro das cidades (nesta linha o trem também passa nos aeroportos e outras cidades no caminho).
Nosso vagão no trem Amtrak de Washigton a Philadelphia
Tivemos sorte porque o trem estava praticamente vazio, e pudemos tirar várias fotos e olhar tudo. E também, como estava vazio, não tivemos problemas com as malas.
No final de cada vagão há banheiros, parecidos com os de avião.
Nosso vagão, praticamente vazio
 
Nós dois nas nossas poltronas a caminho da Philadelphia
Mauro indo para o vagão restaurante
Depois de meia hora resolvemos comer um lanche para conhecer o vagão restaurante. É uma lanchonete bem prática, com opções de salgadinhos, sanduíches e cachorro quente. Você pode comer na sua poltrona, que tem uma mesinha, ou no vagão restaurante, em mesas mais confortáveis.
Vídeo mostrando como chegar ao vagão restaurante

Nosso lanche no trem

Adoramos a experiência, e achamos que valeu muito à pena, tanto pelo preço e pelo tempo, como pela facilidade de chegar diretamente no centro da cidade, e não precisar chegar tanto tempo antes quanto num aeroporto, além do conforto.

Dois dias depois voltamos à estação da Philadelphia (30th Street Station, PA – PHL) para nossa segunda aventura.Cada passagem só de ida saiu US$ 124,00, e a cabine (quarto) saiu US$ 283,00 para os dois. Por US$ 589,00 tem um quarto maior, com chuveiro, mas achamos muito caro. No preço dos quartos está incluída a janta e o café da manhã no vagão restaurante.
Entrada da Estação na Philadelphia
 
A  chegada na estação foi um pouco tumultuada, mas ainda bem que o serviço da Amtrak é ótimo.
Assim que chegamos vi alguns homens com carrinho oferecendo ajuda com as malas, e perguntei quanto custava, e eles disseram que era de graça (não cobravam nem gorjeta). Eles levaram nossas malas para o check in (sim, tem que despachar as malas nas viagens longas quando ficamos em cabines, porque na cabine só cabem duas malas de mão).
Eu tinha verificado o tamanho permitido de mala, então compramos mais duas malas grandes na Philadelphia. o Problema é que o peso máximo é de 50 pounds, e nossas malas estavam com 68 cada. fiquei desesperada, mas o homem começou a explicar que poderíamos comprar uma caixa por US$ 5,00 para colocar o excesso, e despachar de graça já que cada um poderia despachar duas malas. Mas enquanto eu tentava comprar a tal da caixa o Mauro perguntou o que estava acontecendo, e quando eu expliquei ele perguntou por que a gente não podia só tirar uma mala que a gente tinha dentro da outra, e encher a mala vazia… dããã, eu tinha esquecido que tinha uma mala dentro de outra.
Então, quando a gente ia fazer isso o Mauro levou um susto danado… sabe quando a pessoa começa a procurar alguma coisas desesperada e não encontra. Pois então, ele percebeu que esqueceu todo o dinheiro e os passaportes no hotel! Sério!
Gente, esse homem ainda vai me matar. Eu comecei a ofegar, e tentei me acalmar para ver quanto tempo faltava para o trem sair, e faltavam 55 minutos. Eu levaria 20 minutos para ir até o hotel, mais vinte minutos para voltar, se tudo desse certo. Falei para o Mauro: dá um jeito de resolver o negócio das malas e NÃO SAI DAQUI e apontei o dedo certinho para o lugar de onde ele não podia sair (afinal, ele estava sem celular).
Saí correndo da estação e peguei um taxi para o hotel, e já fui telefonando. A camareira já tinha achado a cartucheira dele (ainda bem que a gente tinha deixado uma boa gorjeta no quarto).
Foram exatamente 20 minutos para chegar por causa do trânsito. Mas quando cheguei tive que subir até o vigésimo andar para pegar as coisas, e isso demorou uns 5 minutos. Voltei correndo para o taxi, e  a volta foi um pouco melhor, 15 minutos.
Quando entrei na estação o Mauro estava sentado bem no primeiro banco (ele teve coragem de sair do lugar que eu falei). Ainda bem que eu encotrei ele assim que entrei, porque se tivesse entrado por outro lugar e ele não estivesse lá eu acho que eu matava.
Mauro na estação da Philadelphia – ao fundo os portões (gates) com escadas rolantes para descer até os trilhos
Nisso faltavam só 15 minutos para o horário do trem e o pessoal já estava indo para a fila do embarque. E o senhor Mauro resolve então ir ao banheiro. Ele disse que ia ser um minuto e não podia esperar. Mas claaaaaro que não foi né gente. Como eu disse, esse homem ainda vai me matar. Quando ele chegou o embarque já estava aberto, e todo mundo já estava descendo, e eu apavorada de novo!
Mas deu tudo certo, conseguimos chegar no local do embarque praticamente junto com o trem. Nós compramos a cabine com duas camas, e tem número certo, então eles indicam em qual vagão temos que entrar, e finalmente chegamos na nossa cabine! Eu ainda nem conseguia respirar direito.
Nossa cabine quando chegamos… fiquei na dúvida se tinham mesmo duas camas!
Quando entramos na cabine ficamos meio em dúvida se era aquilo mesmo… tão pequenininha, não parecia ter duas camas como nos desenhos do site. Deu um medo… já imaginou, 16 horas sentados!
Mas fomos olhando com calma e percebemos que as duas poltronas deviam se transformar em uma cama, pois tinha uma outra cama encostada no teto, e que dava para puxar para baixo.
Mauro na nossa cabine… começando a passar o desespero!
Trem já em movimento, a caminho de Atlanta!
Vaso sanitário e pia quando estão fechados se transformam em escada para a cama superior
Aqui o vaso e a pia abertos, tudo muito bem bolado

Vídeo mostrando a cabine!
Assim que nos acomodamos já veio uma atendente fazer a reserva do nosso jantar (aparece ela chegando no vídeo acima), e marcamos para às 20:15h, o último horário que tinha.
Como eram mais ou menos16:30h resolvemos ir visitar o vagão lanchonete para fazer um lanche. Pedimos cachorro quente e pizza, tudo esquentado no microondas, mas bem gostoso.
Mauro fazendo o pedido na lanchonete do trem
Mauro no vagão lanchonete

Ficamos mais de uma hora no vagão lanchonete, conversando e aproveitando a vista. Achamos muito gostosa essa parte da viagem.

Vídeo mostrando a velocidade do trem
O trem faz muitas paradas, e chacoalha muito mesmo. Acho que quem tem enjôo com movimento precisa tomar algum remédio.
Eu estava com meu kindle e com internet 4G (esse é um dos poucos trens Amtrak que não tem wi-fi). Mas nem cheguei a abrir, porque ficamos conversando, vendo a paisagem e observando tudo, e o tempo passou muito rápido, e logo já estava na hora do nosso jantar no vagão restaurante.
Menu do Vagão Restaurante Amtrak linha Crescent de New York a New Orleans
Nossa mesa no vagão restaurante do trem, com direito a flores vermelhas no Valentine’s Day
Restaurante do Trem
 
Molhos do Paul Newman para salada
O prato que pedimos “The Amtrak Signature Steak” já incluído no pacote do quarto
Apresentação do prato, Amtrak de parabéns

O Mauro ficou bem animado com o jantar!
A sobremesa!

O jantar foi delicioso, e ficamos até o restaurante fechar, às 22:00h. Foi super divertido. Esse é o bom de não se ter expectativas, porque sempre ficamos felizes com o que recebemos.

Voltando para o quarto, fomos tentar arrumar as camas, e foi bem fácil!
Instruções para arrumar as camas da cabine
Duas camas finalmente arrumadas
Mauro subindo para dormir na cama de cima (não precisou de sorteio)
Cama de baixo 
Tomadas ao lado da pia, e tem também toalhas, sabonete líquido e papel higiênico
Trava da porta (pode ser aberta por fora)

Vídeo mostrando como travar a porta
Mauro já acomodado na cama de cima
O porta malas, e o Mauro já preso no cinto de segurança
Assombração me olhando do andar de cima…
Dormimos a noite inteira (com algumas interrupções, mas nem comparação com um avião). Na manhã seguinte resolvemos não tomar o café da manhã, pois era muito cedo, e levantamos meia hora antes da chegada para nos arrumar.
Toda a experiência foi muito legal. O ponto negativo foi o desembarque das malas, que levou 40 minutos! E a estação era minúscula, só da Amtrak, com apenas 2 trens por dia desembarcando. O resto foi perfeito!
O preço não é barato, mas fica mais ou menos equivalente a duas pessoas viajando de avião, considerando o preço do transporte até o aeroporto ida e volta, e ainda o jantar e a noite de hotel. A viagem de avião certamente é muito mais rápida, mesmo considerando a viagem até o aeroporto e o tempo que temos que chegar antes do embarque.
Mas no final o tempo a mais a gente passa dormindo e jantando, então não chega a fazer tanta diferença.
Recomendo este passeio para quem quer uma experiência diferente, para quem ama trens ou não gosta de aviões!

About Karen

34 comments

  1. Obrigado por compartilhar seu conhecimento conosco, estive pensando em fazer uma viagens dessa (talvez de Chicago a LA) da proxima vez que me aventurar pelos EUA.

  2. Aparecida, só para esclarecer um pouco mais. Eu não vi no trem que pegamos aquele lugar no início do vagão para colocar as malas, como tem na Europa. Nós tivemos que despachar as malas na viagem para Atlanta, igual avião. Beijos

  3. Muito obrigada Aparecida!
    Então, os trens com viagens mais longas tem local para malas sim, e você pode levar bastante bagagem (mas não pode ser muito pesada).
    Mas nestes trajetos curtos tem que levar a mala na cabine, e o tamanho máximo é a mala média, de 23kg. Procure comprar num horário que não seja muito movimentado, porque estando vazio fica mais fácil de acomodar as malas. E no caso dos trajetos curtos, não há necessidade de comprar o expresso, pode comprar o normal (quando é o expresso consta ao lado do horário).
    Beijos e venha sempre nos visitar!

  4. Aparecida Pavanelli

    Olá Karen,
    Eu de novo.
    No site da Amtrak os trens de US$38,00 por pessoa como se chamam?
    Já que tem 3 tipos de trem e eu quero o que vc viajou de washington para Philadelphia .
    Vc disse que o preço é US$38,00 mas não mencionou o nome do trem.
    O expresso é muito mais caro, tipo + de US$100,00.
    Vc acha melhor comprar antecipado no site ou comprar na estação uns 2 dias antes?
    Será que é mais caro se comprar no local?
    Mais uma vez obrigada.
    Aparecida

  5. Aparecida Pavanelli

    Olá Karen,
    Seu blog é excelente. Parabéns.
    Suas explicações, fotos e vídeos sobre o trem de Washington para Filadélfia foram perfeitos.
    Pretendo ir de Washington para Filadélfia e de lá para NY nesse trem.
    Tenho uma dúvida:
    Qual o tamanho da mala que podemos colocar no trem?
    Como na Europa tem um lugar específico para as malas maiores?
    O seu Mauro é mesmo uma figura.
    Vcs formam um lindo casal.
    Obrigada pelas dicas.
    Aparecida

  6. Karen, adorei seu blog. Em novembro pretendo fazer Boston/NY/Washington de trem com minha filha. Existe muita diferença entre o Acella e o outro?

  7. ola ! estarei em Miami dia 9/08 gostaria de ir ate atlanta de trem. me indica alguma empresa !?

  8. Obrigada Carol! Beijos

  9. Olá Pedro!
    Sim, são muitas paradas, inclusive Washington.
    Mas para fazer as paradas você precisa comprar um ticket diferente (ou compra vários trechos, ou compra com mais de um destino aqui em Multi-City Tickets neste link: http://tickets.amtrak.com/itd/amtrak/ComplexRail )
    Nós fomos um dia para Baltimore, outro dia fomos de Washington para Philadelphia e só no último treche fizemos direto até Atlanta. Mas eu comprei tickets individuais.

  10. Olá Karen, gostaria de saber, se existiam outras paradas até atlanta e se vc poderia sair do trem, dormir em alguma dessas cidades e pegar outro trem para o seu destino. abraço

  11. Olá! Parabéns pelo relato detalhado e vídeos. Me ajudou bastante a ter uma ideia do que esperar :-)
    Abraço!

  12. Olá Ivynna e Tereza,
    Eu também queria fazer esta viagem e desisti.
    Até tem o trem, mas a viagem dura de 22 a 23h, e o preço é de US$ 850 a US$ 1100 para duas pessoas com cabine. Não consegui simular com a cabine de 4 pessoas. Mas achei o tempo e o valor meio impeditivos.
    Neste site vocês conseguem fazer todas as simulações:
    http://www.amtrak.com/home

  13. Tenho a mesma pergunta da Tereza Nogueira. Obrigada!

  14. Olá Karen, gostei muito do seu relato e dos filmes que vc postou. Estou querendo fazer uma viagem de trem nos USA, mas de NY até Orlando. Você sabe me dizer se tem cabine para 3 pessoas? Onde posso comprar com segurança? Um abraço!

  15. Karen obrigada por vivenciar suas experiências conosco. Mas confesso que estou meio apavorada, rs.

    Em 2012 fiz Recife/Las Vegas/Miami/Recife e agora vou pra NY em maio/junho. A primeira viagem que fiz tinha uma amiga que dominava o inglês (falo pouco, consigo entender melhor do que falar), mas desta vez vou sozinha com meu esposo. E, como decidimos de ultima hora ir, acabei comprando por impulso, estou desesperada. Inicio semana que vem um intensivão em inglês todos os dias, mas estou meio perdida em relação aos passeios. Como ficaremos 14 dias, queremos ir até Washington de trem e voltar de ônibus. O que vc me sugere????

  16. Olá Narciso! Muito obrigada!
    Essa realmente é uma aventura legal, mas muito mais comum na Europa. Os trens nos EUA são mais caros.
    Mas você consegue sim fazer, de duas formas.
    Você pode comprar um Ticket para várias cidades (vai de uma para outra em datas diferentes), neste link:
    http://tickets.amtrak.com/itd/amtrak/complexrail
    Também pode comprar um Ticket de uso de 10, 20 ou 30 dias. Mas os trechos neste caso são limitados, e não tem um que vá de Los Angeles a NY. Então, teria que encontrar algumas opções de compra de tickets avulsos para o começo ou fim da viagem. O Site é esse:
    http://tickets.amtrak.com/itd/amtrak/multiride
    Abraços e venha nos contar como foi depois!!!

  17. Olá Ina Inês! Muito obrigada!
    Tem trem para Salt Lake sim, mas precisa saber de qual cidade você quer sair…
    Você encontra todas as estações e horários no site http://www.amtrak.com/home
    Quando fizer a viagem não esqueça de vir nos contar!!!
    Beijos!!!

  18. Ana Inês de Medeiros

    Amei as fotos de sua viagem de trem deve ter sido muito divertido
    meu sonho eh viajar de trem e apreciar a paisagem e ficar assim a toa rsrsrs
    e fiquei com muita vontade de fazer o mesmo ,Estou em Washington state, e quero viajar para Salt lake de trem , voces tem mais experiencia ,gostaria de saber se existe essa viagem
    voces conhecem um site que informe as estacoes do trem?
    bjos

  19. Karen, obrigado pelo auxilio que voce presta expondo suas experiencias com estas viagens de trem nos Est Unidos// eu pretendo ir de LA A NY so que gostaria de ficar, tipo 01 dia em cada uma das principais cidades . pergunta: serah que eh possivel comprar o trecho total e fazer estas paradas?
    Um
    Abraçao
    Narciso Maringa Pr

  20. Obrigada Eliana!
    Realmente não é barato não, principalmente as viagens longas.
    Nosso cálculo foi “passagem de avião + taxi aeroporto + diária do hotel + jantar. Considerando tudo isso saiu elas por elas. Mas.claro, foi muito mais demorado. Então, vale à pena para quem quer viver a experiência, e não para quem só quer ir de um ponto a outro!
    Depois venha nos contar como foi!!! Abraços!

  21. Olá, Karen!Achei muito legal.Adoooroo viagens de trem e sempre me falam que nos EUA é muito caro e difícil. pretendo agora 12 dez\ 13 fazer a viagem de Montgomery ou Atlanta para new Orleans.
    Foi usar suas dicas. Grata Att

  22. Gostei demais de seu blog, confesso que até me emocionei, tive que limpar as lágrimas, pois senti ne pele o desespero do esquecimento dos passaportes. Acabo de chegar de uma viagem, dessa vez fizemos Mendoza/Santiago do Chile/Bariloche e passamos um dia em Buenos Aires, já conheciamos e passamos só pra jantar em um restaurante maravilhoso que tinhamos ido a 4 anos atrás, e quando chegamos lá, tinha fechado as portas, rs rs rs…
    Ano que vem nossa trip até agora será NY/Philadelphia/Washington/Atlanta/Orlando/Miami… mas isso é o começo, pois sempre começo a organizar com 01 ano de antecedencia e tudo acaba sendo modificado no decorrer desse período, ma gostei muito de seus comentários, está ótimo, tudo muito bem explicado… Obrigado!

  23. Olá, li tudo e gostei muito. Estava conversando com a minha noiva sobre conhecer os estados unidos na nossa lua de mel. Uns 15 dias por lá. De trem acho que fica mais barato pra percorrer né? pensei em carolina do norte, seatlle, boston, texas, enfim, lugares diferentes dos principais tipo miami, nova iorque e etc. Queria saber os valores mais ou menos que vocês gastaram porque vi no site da amtrak uns preços bem salgados. Se você puder me mandar um e-mail com algumas informações dessa viagem de vocês ficaria muito agradecido, porque queria fazer algo diferente com ela, afinal, casamento e lua de mel assim só uma vez na vida., Bjs e parabens pela matéria

  24. Olá Karen, gostei muito do seu blog e das suas informações. Viajo bastante, normalmente para a Europa, e lá só ando de trem; gosto muito, acho mais prático e divertido, além de diferente, pois é algo que não temos no Brasil. De trem não precisamos chegar com tanta antecedência, como nos aeroportos, e ainda aproveitamos pra vislumbrar as paisagens! Mas nos EUA nunca andei de trem, só avião e carro. No site da Amtrak tem vários tipos de trens, assentos, etc. Você saberia me dizer se o Acela Express e o Northest Regional são muito diferentes em qualidade de serviço, tipos de trens, etc. Pergunto porque há diferenças boas de preços e de tempo de viagem. Viagens mais longas (por volta de 4 h, por exemplo) penso em fazer na Business Class no Acela, e nas curtas (como a que vocês fizeram para Washington) farei na comum mesmo, no Northest Regional. Obrigado!

  25. Olá Eliane, só agora vi sua mensagem!
    Infelizmente, desde o 11 de setembro não há porta volumes. Mas se você quiser conhecer uma cidade no dia que estiver partindo para outra, pode fazer o seu check in e despachar a mala, ficando apenas com a mala de mão!
    Muito obrigada pela mensagem, e venha sempre nos visitar!
    Abraços!

  26. Olá Lara!
    Este trem que eu peguei vinha de NY e ia até New Orleans, que era a parada final. Nós ficamos 16 horas no trem (da Philadelphia até Atlanta). Na sua viagem seria cerca de 20 horas, e o preço é de cerca de US$ 800 com um quarto com banheiro (tipo o nosso). O quarto sem banheiro sai uns US$ 200 mais barato.
    Acho que se vocês quiserem ter esta experiência de viajar de trem, vale muito à pena. Nós amamos fazer. Mas se for só para poder ir de um lugar ao outro, daí é muito mais rápido e barato ir de avião. Nós adoramos fazer esta viagem, e o jantar foi bem divertido (acabamos perdendo o café da manhã, porque chegou muito cedo em Atlanta, e ainda estávamos dormindo).
    Acho que a melhor dica que posso dar é, não tenham muitas expectativas… deixem acontecer e aproveitem o que vier!
    Se for fazer a viagem, compre com antecedência, pois os quartos acabam logo!
    Beijos!

  27. Oi Karen, tudo bem? Sou de Uberlândia/MG e eu e meu noivo estamos indo a passeio para os EUA pela segunda vez, queremos sair de New Orleans e ir para NY. Gostei muito do seu post e queria saber se vale mesmo a pena ir de trem. Você tem alguma dica em relação a viagem? Abraços.

  28. Eliane Magalhães de Oliveira

    Olá Karen, como vai? Gostei muito do blog. Eu e meu marido temos intenção de viajar para os EUA, mais precisamente Chicago, Boston e Washington, e pretendemos fazer os trajetos de trem. O seu site ajudou bastante. Você sabe se há locais dentro das estações para guardarmos as bagagens, caso a gente queira fazer paradas de um dia para conhecer, por exemplo, Pittsburgh e Cleveland? Obrigada, Eliane

  29. Oi Gabriel! Muito obrigada.
    Eu já ouvi falar desta viagem. É bem ousada, também tenho vontade de fazer!!!
    Se você fizer, venha logo nos contar!!!!
    Abraços,
    Karen

  30. Adorei o post! Bem detalhado, tenho uma grande paixão por viagens de trens, e tenho muita vontade de ir em um passeio de NY à Los Angeles, dura cerca de 63 horas, daqui uns 3 anos irei fazer essa viajem!^.^

  31. Oi Lise! Que legal, com curso para você. Onde você vai ficar? Se ficar no leste, São Francisco é inviável de trem para viagem de final de semana. Viajando sozinha não é tão caro. Encarece quando viaja com família, e acaba valendo mais à pena alugar um carro. Mas viajar de trem é uma delícia. NY-Washington leva quase 3 horas de trem. beijos!

  32. Oi, Karen! Adorei teu blog! Estou indo para os EUA fazer um curso agora em junho e quero aproveitar os finais de semana para viajar para alguns lugares (básicos NYork, Washington e São Francisco, este não sei se não é muito longe de onde estarei). O que tu me recomendas? Algumas amigas me disseram que é muito cara a viagem de trem…Um abraço e obrigada.

  33. Nem me fale Michely, o Mauro se divertiu feito criança!!! rsrsrsr
    Beijos!!!

  34. Que legal amiga! Adorei a fotos! Eu tenho um apaixonado por trens aqui em casa! Gostei muito da ideia (começando a ter planos para uma próxima viagem…rsrsrs)!

    O Mauro parace ter se divertido horrores com essa viagem de trem!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Top