Home / Guia dos Parques

Guia dos Parques

Epcot (Experimental Prototype Community of Tomorrow): 

epcot2

Site Oficial do Epcot 

Mapa:

Epcot_mapa

  CLIQUE AQUI PARA O GUIA DO EPCOT EM PDF

1

Cada um tem o seu. E este é meu parque preferido! Vale pelo menos dois dias.

Sua foto e seu nome na entrada do Epcot!

Sua foto e seu nome na entrada do Epcot!

Na entrada do parque você já encontra uns monumentos de pedra. Aqui você pode deixar sua foto e nome para sempre (nem sempre disponível), no Leave a Legacy (clique aqui para ler mais).

O Epcot possui duas partes. A 1a (na entrada) é o Mundo do Futuro (Future World). Nesta parte há diversos brinquedos, quase todos ligados a temas futurísticos.  A 2ª parte é o World Showcase (os países).

Seria bom passar um período do dia em cada parte. Nós sempre fazemos esta parte de visita ao future world na parte da manhã (porque o World Showcase só abre às onze), e depois do almoço já começamos a conhecer os países. Não esqueça que de tarde todo mundo vai para o World Showcase, então o ideal é fazer este entre onze e o final da tarde, e depois voltar para o Future World.

A visita aos países inclui descansos em lugares agradáveis e degustação de vinhos e chopp. Bem melhor para o final do dia. Mas como a maioria das pessoas faz o mesmo, há mais filas nos brinquedos no início do dia. Importante também observar lembrar que o World Showcase só abre às 11:00h, e fecha às vezes pode fechar até duas horas mais tarde que o Future World. Veja bem todos os horários quando for fazer sua programação.

Future World

Ellen's Energy Adventure

Ellen’s Energy Adventure

Entre os brinquedos do future world, eu deixaria de ir ao Ellen’s Energy AdventureO meio é muito, muito bonito, mas no começo e no final tem um filme muito comprido, sobre energia, e fica bastante cansativo e chato… São 45 minutos!

test treck

Test Treck

O Test Track era considerado o brinquedo mais rápido da Disney antes dos novos brinquedos radicais. Patrocinado pela GM, simula vários testes de qualidade de veículo.  Não é um brinquedo imperdível, mas é bem legal. 

Figmet! Jornada na Imaginação!

Figmet! Jornada na Imaginação!

O Journey in to Imagination é um brinquedo bonitinho para quem vai com crianças, e conta a historia do Figment (o dragãozinho roxo) e tem uma música muito fofa. É um dos brinquedos mais antigos do Epcot. Mas normalmente não tem fila e é rapidinho (eu particularmente gosto… mas sabe como eu sou né…). Por não ter fila, é um brinquedo que realmente vale à pena para quem viaja com crianças. Para ter uma idéia, ver este filme no youtube, que mostra o brinquedo desde a fila:

 

Ao lado do Journey in to Imagination há um cinema 3D (antes era o filme Honey, I Shrunk the Audience – querida, encolhi a audiência. Mas atualmente estão passando Captain EO do Michael Jackson). Dependendo da época da viagem o filme pode mudar.

The Seas with Nemo & Friends

The Seas with Nemo & Friends 

O The Seas With Nemo é bonito, e tem um restaurante de frutos do mar, num ambiente muito agradável. Não é tão impressionante depois de conhecermos a Sea World. Mas se não forem ao Sea World, vale muito à pena. Para crianças pequenas é imperdível, pois o brinquedo é lindo. É o desenho do Nemo, projetado no próprio aquário. E tem um parquinho e várias outras atividades infantis e aquários lindos. Qualifico então como imperdível.

O filme abaixo mostra desde a entrada e a fila. É possível ver no filme que o aquário é verdadeiro:

Innoventions

Innoventions

Há ainda os Innoventions (east e west side – lado leste e oeste). São novidades da tecnologia (não é brinquedo – são exposições interativas). Há várias atrações interativas, como uma brincadeira com porquinhos cofrinhos que ensinam a criança a poupar dinheiro (muitos tem legenda em Português).

The Land

The Land

O The Land é na verdade um pavilhão com vários restaurantes (um table service: The Garden Grill –  e os demais fast food) e algumas atrações.

Living With the Land

Living With the Land

O Living With the Land mostra novos conceitos de cultivos, e foi renovado, está muito bonito, principalmente para quem se interessa sobre o tema.

Os restaurantes (no andar de baixo) servem verduras plantadas ali mesmo. O The Garden Grill Restaurant é muito bonito, e que serve também os alimentos produzidos ali, e é giratório – Lindo! – fica no andar de cima e é refeição com personagens. Quando o restaurante dá a volta, vemos o interior do brinquedo (living with the land). É uma boa opção para almoço ou jantar (é bom reservar, pois é refeição com personagens). Durante a refeição, os personagens visitam as mesas, e é um encanto.

A melhor atração do The Land (e provavelmente um dos melhores brinquedos de todos os parques) é o Soaring. Simplesmente maravilhoso. É o melhor simulador de todos (depois do Harry Potter). As filas são insanas, e realmente é importante pegar um FASTPASS já no início do dia. Melhor já ir direito para este local assim que chegar no parque para garantir, pois o brinquedo tem filas até nas horas mágicas. Vídeo oficial:

Talvez seja melhor nem ver o vídeo, para não criar expectativa, e ter uma surpresa. Algumas pessoas acabam não gostando por criar muitas expectativas.

A atração do Rei Leão é apenas um vídeo sobre ecologia.

Mission Space

Mission Space

O Mission Space é um simulador, que na versão radical simula a sensação de gravidade zero numa viagem espacial. Eu achei terrível. Claustrofóbico. Inclusive, na fila eles ficam o tempo inteiro perguntando se você não quer passar para a versão ligth. Eu nem pensei em mudar, pois sou super viciada em adrenalina… achei ligth saltar de pára-quedas… ainda assim esse brinquedo não é pra mim não… Mas conheço várias pessoas que acham esta a melhor atração do parque. Vai entender…

Spaceship Earth

Spaceship Earth

O Spaceship Earth (a bola prateada na entrada do parque) tem um brinquedo bem legal dentro. Só tem fila no início do dia, por ser o primeiro brinquedo na entrada do parque. No final do dia fica super vazio. É um brinquedo bem educativo sobre comunicação, lindo, e com um final super divertido. Parada obrigatória (mas no final do diasem fila)!

Meet Disney Pals at the Epcot Character Spot

Meet Disney Pals at the Epcot Character Spot

E por fim, não podemos esquecer de uma das partes mais importantes, a foto com seu personagem favorito! E no Epcot você encontra um Character Spot. Você fica em uma só fila para tirar foto com 4 ou 5 personagens. E você pode também pegar um fast pass.

World Showcase – Os Países

World Showcase

World Showcase

Estes dois vídeos mostram o World Showcase país a país, em ordem começando pelo Canadá. Mostra apenas a frente (não entra nas atrações, lojas e restaurantes, com exceção do México, que mostra o passeio do Gran Fiesta Tour).


Para visitar os países é bom começar ou pelo México (primeiro da esquerda) e seguir um por um, ou pelo Canadá (primeiro da direita), fazendo o mesmo. As lojas de quase todos os países são ótimas, e vendem produtos exclusivos. Os funcionários são originários dos países respectivos. É uma ótima oportunidade para você testar suas habilidades liguísticas.

Eu assistiria apenas um dos filmes 360º (China ou Canadá). Com crianças muito pequenas, dispensaria os dois. Para quem gosta de filmes são realmente lindos, e devem assistir todos. Muito lindos mesmo, mas temos que assisti-los em pé (acredite, isso é muito cansativo). Nâo é indicado para pessoas com labirintite.  Dispensaria também os filmes na França e na Noruega (esses são filmes normais, e assiste sentado).

Compre o passaporte para seus filhos!

Compre o passaporte para seus filhos! 

Em qualquer dos países é possível comprar um passaporte, para carimbar em todos os países e colar adesivos tipo selos (as crianças adoram). Ainda, em todos os países há um “Kidcot Station”: um lugar com mesas, cadeiras e canetinhas para as crianças pintarem um Ursinho Duffy, que fica colado em um pedaço de madeira para a criança carimbar em cada país.

Disney Epcot 508

Kidcot Station – em todos os países 

As pessoas dos países ainda escrevem o nome da criança em diversas línguas no verso, e as crianças adoram, e podem pedir quantos ursinhos quiserem. Atualmente, vários personagens ficam em lugares específicos do World Showcase para tirar fotos, principalmente as princesas. É só pegar o calendário com os horários e locais na entrada do parque.

México

México  

O México é muito lindo… tem um brinquedo dentro, o Gran Fiesta Tour, com o Zé Carioca (The Three Caballeros) que é um passeio de barquinho e vale à pena conferir, pois é muito fofo. Em alguns horários não tem nenhuma fila. Por fora é uma pirâmide, e por dentro é uma praça, à beira de um rio, com restaurante ao ar livre (o tradicional restaurante Mexicano San Algel Inn, meu preferido no Epcot) e diversos vendedores de rua.

San Angel Inn

San Angel Inn

A sensação é maravilhosa. O restaurante é fantástico, um dos meus locais prediletos. Na frente da pirâmide tem o restaurante La Hacienda San Angel, que tem Table Service e também o La Cantina San Angel, Quick Service.  Eu gosto de começar pelo México (e não pelo Canadá) pois dentro dele é sempre noite, fazendo um contraste com o dia quando saímos, e é muito agradável. Ainda, porque os primeiros países possuem atrações (brinquedos), que são mais cansativas, enquanto os últimos possuem apenas restaurantes e lojas (com degustação de vinhos), combinando mais com o cansaço do final do dia.
 

China

China

A China é Bonita, mas não precisa de muito tempo se não assistir ao filme. As principais atrações são os espetáculos apresentados na rua (tem os horários na programação recebida na entrada do parque). Bom para dar uma olhadinha e ir adiante. O mais legal é o visual e a loja.  Ao lado do cinema 360º tem uma exposição em escala do Exército de Terracota, do imperador Qin, muito lindoa, com 2 guerreiros em tamanho natural. Em alguns horários a Mulan aparece para tirar fotos. 
 

Noruega

Noruega

A Noruega tem um brinquedo legal, o Maelstron, de barco, que vale à pena ser visitado. Muito bonito (tem fastpass mas acho que não vale um). E na Noruega você pode tirar fotos com as Princesas Anna e Elsa!

O restaurante Akershus Royal Banquet (clique aqui para ver) serve frutos do mar, numa refeição com as princesas (melhor reservar, pois é bastante concorrido).

França, Itália e Alemanha não têm brinquedos, apenas algumas atrações na rua em alguns horários. Mas são os meus favoritos. Podemos realmente nos sentir nestes países. Os três são ótimos para tomar vinho (eles vendem em taça). Ótimos para sentarmos e apreciarmos a paisagem, ótimas lojas, ótimos restaurantes, enfim, são perfeitos. Lugares contagiantes. Eu gosto de viajar por estes países, pensando que estou mesmo na Europa.

França

França

França

A França tem uma Boulangerie Pâtisserie fantástica (imperdível, mesmo com fila), e também dois restaurantes (um deles com aparições do Remy). Uma vez conseguimos jantar na varanda do restaurante bem na hora do IllumiNations, e foi fantástico. A atração do país é um filme. Tem aparições da Bela e da Fera e da Marie para tirar fotos. Há ainda uma loja de perfumes, e outra com vinhos e champagnes (para tomar em taças ou comprar a garrafa). Uma taça de Beaujolais custa cerca de $ 6,00 e de Chateauneuf du Pape cerca de $ 11,00

 

itália

itália

 Itália

A Itália tem um Restaurante/Pizzaria “Via Napoli” inaugurada em agosto de 2010. E ainda tem o restaurante Tutto Italia Ristorante, e ambos precisam de reserva. É um bom lugar para uma taça de vinho. O Chianti tem a taça com preço de $ 6,00 Tutto Gusto Wine Cellar, que é a primeira loja do lado direito.

 

Alemanha

Alemanha

Alemanha:

A Alemanha tem um restaurante tipo Oktoberfest. Vale à pena entrar para conhecer, pois imita uma vila. Do lado de fora podemos comprar Bratwurst e chucrute, com uma deliciosa apfelstrudel (fazem parte do plano quick service).

Karamell Kuche

Karamell Kuche

A mais recente inauguração é a Karamell Kuche, uma doceria com vários doces feitos com caramelo. É maravilhosa, imperdível, pelo menos para comer um morango com caramelo.

Ellerim na frente das lojas da Alemanha

Ellerim na frente das lojas da Alemanha

Ainda, há uma loja com brinquedos, uma loja com enfeites de natal maravilhosos, e uma terceira loja com cristais diversos, principalmente Swarovsky. As peças Swarovsky são mais baratas aqui do que na Suíça. E, claro, tem as taças personalizadas. Você compra a taça de vinho ou champagne e manda inscrever seu nome ou qualquer outra coisa importante. Nós fazemos coleção, cada viagem compramos um par. Eu sempre compro no início e peço para entregar no hotel. Mas se você não tem esta opção, pode pedir para entregar na saída do parque. 

Marrocos

Marrocos

 Marrocos

O marrocos tem um restaurante quisck service que faz parte do plano de alimentação (Tangerine Café) e mais dois restaurantes Table Service. O destaque é a arquitetura.

Yasmin e Aladin

Yasmin e Aladin

Japão 

Japão

Japão

O Japão tem uma loja excelente com vários produtos Sanrio, e dois restaurantes ótimos, um fast food e um table service. Tem um jardim japonês e algumas apresentações de rua. É um bonito país.

Inglaterra

Inglaterra

 Reino Unido 

Minha parte preferida do Reino Unido era o show dos The British, que tocava o melhor do rock inglês da década de sessenta e setenta. Mas agora o show é do British Revolution (tem todos os dias, tem que verificar o folheto com horários dos shows). Amo também as lojas, princepalmente a de chá e das bandas de rock (onde o Pooh e o Tigrão ficam para tirar as fotos). No Reino Unido você ainda tira fotos com a Alice, Capitão Grancho e Marry Poppins.

Rose and Crown

Rose and Crown

O restaurante, Rose and Crown Pub and Dining Room, não é meu preferido, mas muitos gostam. 

 Canadá 

Canadá

Canadá

Também não têm brinquedos, apenas apresentações, restaurantes e lojas. Tem um cinema com filme 360o. Além disso, tem um dos melhores restaurantes de toda WDW, Le Cellier Steakhouse, com carnes e frutos do mar. Exige reserva (você pode até tentar no dia, mas corre o risco de não conseguir nenhum horário). 

Canadá

Canadá

Na saída do filme tem uma pequena cacheira que representa Niagra Falls (você também consegue ir até este local pelo jardim, e não precisa assisitir o filme.

Estados Unidos

Quanto aos EUA (atração – The American Adventure), depende muito do gosto. É um show realmente bonito (principalmente para quem fala inglês, pois é só falatório), mas com crianças eu só iria se estivesse passando por ali bem na hora em que fosse começar (os horários estão anotados na entrada). Não esperaria mais de 5 minutos, a não ser que goste deste tipo de atração. O restaurante é fast food típico americano. Em frente ao lago há um palco onde sempre são apresentados ótimos shows, principalmente nas épocas de eventos especiais.

Todos os países possuem réplicas de seus principais locais turísticos famosos, mercadorias com os personagens dos filmes que se passam nos países respectivos e membros do elenco de origem do país.

O Bom dos países é realmente visitar as construções, as lojas, as atrações na rua e, é claro, os restaurantes.

Ao lado da França, atravessando a ponte do “Canal da Mancha” seguindo para Inglaterra há uma loja, e nos fundos dessa loja encontra-se uma segunda entrada para o parque, pelo Boardwalk. Essa entrada é utilizada para os hóspedes dos hotéis que ficam nas redondezas do Boardwalk, mas pode ser utilizada por qualquer pessoa. Pode-se estacionar o veículo nos Hotéis Swan ou Dolphin por $ 14,00 e entrar por aqui. É uma experiência bem legal, pois o passeio pelo Boardwalk é lindo!

Durante várias épocas o Epcot ocorrem eventos especiais, como o festival e gastronomia e vinho, de setembro a novembro e o The Epcot International Flower & Garden Festival de março a maio (UAU!). Para quem gosta de topiarias, vale à pena fazer uma viagem em maio só para visitar o festival (março e abril não recomendo, por causa do Spring Break). Todos os anos os temas mudam, e é simplesmente maravilhoso.

Durante o festival de Gastronomia o parque fica realmente lotado, e com várias barraquinhas pelo caminho e cheiro de comida. Eu, particularmente, não gostei muito para ir com criança pequena. Passeando com carrinho entre as barracas não conseguimos provar as comidas, porque não há mesas para sentar, e a quantidade de gente dificulta a locomoção. Acho legal para quem vai sem filhos.

Veja todos os eventos especiais clicando aqui.

O Show de fogos ao final do dia é imperdível em todos os parques, mas principalmente no Epcot (IllumiNations – Reflections of Earth). Realmente maravilhoso. O show ocorre em cima do lago, e pode ser visto ao seu redor, em qualquer local (inclusive de Boardwalk).

PÁGINA EM OBRAS!!!

ESTAMOS ATUALIZANDO O GUIA, e a página está atualizada até aqui!

Hollywood Studios (antiga MGM)

Hollywood Studios (antiga MGM)

Disney’s Hollywood Studios (antiga MGM)

Mapa:

mgm-map

Este é o parque preferido do Mauro. O Hollywood Studios é um parque estúdio, como a Universal. Os programas de auditórios (efeitos sonoros, efeitos especiais, tv…) são todos falados em inglês, com piadas. Eu particularmente não gosto muito deste tipo de programa. Mas quando vou acabo sempre me divertindo.

Normalmente vamos apenas um dia neste parque. Se este for o caso, é muito importante escolher bem as atrações, pois não há possibilidade de fazer tudo num dia. Não é possível. Assim, para evitar perder alguma atração muito importante, um bom planejamento é fundamental. Uma boa forma de fazer isso é pegar o mapa antes, e anotar todas as atrações que pretende fazer, e primeiro cumprir toda a lista, para só depois ir nas demais atrações se sobrar tempo.

O Indiana Jones é longo, mas é legal (as crianças maiores gostam muito).

 

O Guerra nas Estrelas é um simulador muuuuiiiiito legal (Stars Tours). Eu adoro. Bom, sou fã de simuladores, e mais fã ainda de Star Wars… A fila já é uma diversão em si. É uma atração 3D, e os vídeos mudam, e são misturados aleatoriamente, então sua experiência nunca será igual.

 

Studio Backlot Tour é um tour de 35 minutos que mostra como são feitos vários efeitos especiais. O final vale o tour.

 

O teatro da pequena sereia (Voyage of The Little Mermaid) tem alguns efeitos especiais bem legais (é apenas um teatro contando a história da pequena sereia). É lindo, e excelente para crianças, principalmente meninas.

Toy Story Mania. Ótimo para crianças, e é 3D. Mas o mais importante sobre esta atraçã é pergar um fast pass com antecedência. Ou, se você não conseguir reservar antes, faça isso logo que chegar ao parque, pois os fast pass acabam muito rápido.

Ligths, Motors, Action! Dê uma olhada nos vídeos. As manobras são inacreditáveis. Vale a pena para quem gosta de manobras de carros. Muito parecido com o show do Beto Carrero. As mulheres normalmente não se encantam tanto, até porque é um pouco demorado. Eu dispenso. Mas já assisti né.




Para meninas, e para todos que gostam de shows, o teatro da Bela e a Fera é lindo (Beauty And The Beast Live on Stage). É um musical de 25 minutos, e o teatro fica ao lado da Torre do Terror. O horários dos shows (de todos os shows) estão num folheto distribuído junto com os mapas na entrada do parque. Mas você pode entrar e sair desse teatroa hora que quiser (muitas vezes eu entro só nós últimos 10 minutos, para assisitir só uma parte e descansar um pouco).


Os meus outros preferidos, imperdíveis do HS:

A Torre do Terror – The Twilight Zone Tower of Terror, é um elevador que despenca 13 andares. As descidas são aleatórias, e a viagem é sempre diferente. Todo tematizado como um episódio da série da década de 60 Twilight Zone (série regravada nos anos 80). Vou deixar a historinha do brinquedo ser surpresa! Você só precisa ser meio radical para esta atração.


Rock ‘n’ Roller Coaster (montanha russa do Aerosmith). Simplesmente fantástica. Simplesmente Imperdível. Querem dar uma passeio tranquilo por Los Angeles à bordo de uma limousine como convidados especiais do Steven Tyler? Como sou super fã… digo apenas: Are you Readyyyyyy????

 

The Great Movie Ride, no Teatro Chinês. Um passeio maravilhoso de 18 minutos pelos grandes filmes de Hollywood. Para os fãs de cinema é legal. Mas já é uma atração antiga. O filme mais novo é Alien (sério). Quase nunca tem fila, então se encontrar ele com fila, deixe para ir em outro horário.

O Cinema 4D dos Muppets, simplesmente fantástico para quem fala inglês e lembra dos muppets. Quase nunca tem fila, e o filminho que passa antes do show é muito fofo (claro, são os muppets!).

 

Parquinho Preferido da Ellerim

Parquinho Preferido da Ellerim

Honey, I Shrunk The Kids Movie Set Adventure. É um parquinho ótimo para as crianças, e tem um restaurante ao lado. Excelente atração infantil. Mas verificar o horário, porque normalmente fecha às cinco da tarde. Pena que não tem lugar para os pais sentarem, porque as crianças até 5 anos podem querer ficar um grnade tempo aqui!

Disney Jr Live on Stage

Disney Jr Live on Stage 

Mais um para as crianças. Um show ao vivo (Live on Stage) o Disney Jr Live on Stage. Adoro esse show, para crianças até 5 anos é perfeito demais, e para meninas até 8 ou 9 anos também. É um teatro em que os personagens se unem para fazer a festa de aniversário da Minnie.

Jake e os Piratas da Terra do Nunca no HS

Jake e os Piratas da Terra do Nunca no HS

Sofia The First no HS

Sofia The First no HS

E tem a participação da Princesinha Sofia, do Jake e os Piratas da Terra do Nunca e Doutora Brinquedos (perfeito heim!!!) E você ainda pode tirar fotos com estes personagens na frente do teatro (evite o horário do término de cada show, quando as filas ficam cheias).

A mais nova atração do parque é o The American Idol Experience. Pessoas se candidatam para os 3 shows diários, e o público vota (com um teclado na própria cadeira) no vencedor. Os 3 vencedores dos 3 shows participam da grande final do dia, e  o ganhador recebe um passe para furar a fila na audição do programa The American Idol. É tudo bem parecido com o show verdadeiro, inclusive com juízes. Um dos finalistas do brinquedo já chegou nos top 5 do programa. É bem legal, mas depende do dia, pois os competidores são novos todos os dias.

O parque possui ainda muitas outras atrações interessantes.

 

O show de encerramento, Fantasmic, com fogos é imperdível. A Disney realmente consegue se superar nos espetáculos de encerramento. E o show Fantasmic não foge da regra.

Como todos os parques, o Hollywood também tem seus eventos especiais, sendo que o maior destaque é para o final de semana de Guerra nas Estrelas e The Osborne Family Spectacle of Dancing Lights on the Streets of America (inexplicável esse show de música e luzes de natal, com neve artificial, realmente imperdível).

Clique aqui para ver os eventos especiais do Hollywood Studios.

 Magic Kingdom

Magic Kingdom

Parque Magic Kingdom

Mapa:

mk

 

Este parque, como o nome já diz, é um Reino Mágico. Embora todos os parques sejam maravilhosos, este é o melhor de todos. O mais mágico. O ideal seriam dois dias de Disney (como no Brasil costumamos chamar o Magic Kingdom). O parque é realmente muito grande, sendo impossível conhecê-lo em um dia. Se não tiverem dois dias, o ideal seria fazer um passeio por todo o parque, mas entrar apenas nos brinquedos mais interessantes. Para isso, é importante estudar as atrações, já decidindo antes quais são as do seu interesse. Isto poderá variar muito dependendo da viagem (viagem em casal, com adolescentes, com crianças e gosto pessoal dos viajantes).

 

No parque nunca vemos os funcionários de manutenção ou qualquer tipo de fornecimento de mercadorias, porque a Disney tem uma cidade subterrânea onde tudo acontece, e toda a manutenção é feita durante a noite. A Disney trata todos os visitantes como se fossem os mais importantes, mas as crianças sempre têm atendimento especial. Neste parque, mais do que nos outros, é importante visitar uma terra de cada vez, pois o ir e voltar leva muito tempo.

 

Na abertura do parque há uma contagem regressiva. Inicia-se com alguns dançarinos dando as boas vindas de cima da estação de trem. Depois, chega o trem com o Mickey e alguns personagens, que fazem a contagem regressiva para abertura do parque.

 

O Magic Kingdom é composto da Main Street U.S.A. (rua principal que vai da estação de trem – entrada do parque – até o castelo), cinco Lands – terras (Terra da aventura – Adventureland, Terra da fronteira – Frontierland, Terra da fantasia – Fantasyland, Terra do Mickey – Mickey’s Toontown (esta deixará de existir) e Terra do futuro – Tomorrowland), e ainda a Liberty Square.

 

 

A Main Street é uma réplica de uma cidade Americana no início do século XX. É mágico chegar no local às 9:00h, quando o parque está abrindo, e já ser recebido pelos funcionários, e pegar o primeiro um dos automóveis da Main Street até o castelo.

 

O trem da Disney é original, e foi todo restaurado especialmente para o parque, quando trazido do México pelo próprio Walt Disney.

 

Os automóveis e demais veículos que fazem os passeios pela Main Street também são originais restaurados, e não réplicas.

Na Main Street estão as melhores lojas, (se não quiserem perder tempo com compras no Magic Kingdom, todos os produtos vendidos na Disney podem ser encontrados no Marketplace e a maioria também é encontrada na lojinha do hotel para quem ficar dentro do complexo). Mas não há nada mais gostoso do que passear pelas lojinhas quando o parque fecha, já que estas fecham uma hora mais tarde.

 

Há uma doceria no final da Main Street (do lado direito se estiverem de frente para o castelo) que é maravilhosa.

 

Vale à pena almoçar no Palácio de Cristal (lado esquerdo do castelo), mas o almoço deve ser reservado com antecedência (assim como todos os Character Dining, restaurantes em que os personagens da Disney visitam as mesas durante a refeição). No palácio de Cristal, além do excelente buffet com salmão e rosbife, a refeição é acompanhada pelos personagens do Bosque dos Cem Acres, Pooh e seus amigos. Lugar perfeito para almoçar com crianças.

 

Outros lugares ótimos para almoçar e que não precisam de reserva são o restaurante da Terra do Futuro (Cosmic Ray’s Starlight Café), o restaurante do Pinóquio, com vista do Small World na Terra da Fantasia (Pinocchio Village Haus) e o último restaurante da Liberty Square, antes do Splash Moutain (Pecos Bill Tall Tale Inn and Cafes) E há também as cochas de peru defumadas – Turkey Legs (huummm!) São imensas (o local de venda muda às vezes, mas é sempre fácil de encontrar. Normalmente tem um quiosque na frente da Montanha Russa Espacial)!

 

Além dos brinquedos, há os shows em frente ao castelo, e as paradas, todos bonitos. O show é legal para meninas, porque tem participação das princesas. As paradas são imperdíveis, com ou sem crianças. Simplesmente linda. Os horários estão no programa e no mapa, e agora você pode reservar seu lugar com o fastpass+ (mas reserve logo, porque são os primeiros que acabam).

Vídeos da nova parada Festival of Fantasy Parade:

As melhores atrações de cada “Land”:

 

A Terra da Aventura – Adventureland é a parte mais “selvagem”, com ritmo de floresta. Os melhores:

 

Passeio na Selva (Jungle Cruise – passeio de barco em plena selva, com todos os tipos de animais selvagens) Cada paisagem dessa atração foi retirada de uma série de aventuras da vida real que a Disney produziu no início dos anos 60.



Piratas do Caribe (passeio de barco pelo Caribe, quando podemos observar a atuação dos piratas que estão saqueando uma vila, atualmente com a participação de Jack Sparrow). Não costuma ter filas longas. Um clássico. Eu amo até o cheiro dessa atração.

A casa na árvore da Família Robinson é interessante e normalmente não há muita fila. Mas é toda caminhando, e não é interativa. Se estiver sem tempo, pode deixar de lado. Há ainda os tapetes mágicos do Aladim (só para crianças, tipo Dumbo), e o Tiki Room, passarinhos animatronics que cantam, também para crianças e velhinhas. Estes três eu normalmente não vou.

 

Terra da Fronteira – Frontierland, onde encontramos o faroeste americano:

Splash Mountain, além da queda no final, há uma atração linda, contando a clássica história da Disney Canção do Sul, de 1.946. A longa espera é compensada. Vale um FASTPASS. Para as crianças pequenas que não podem ir ao passeio, há um parquinho do lado de fora, embaixo da árvore.


A montanha russa da mina – Big Thunder Mountain Railroad – é ideal para quem tem medo de montanha russa, pois não tem quedas e vale a pena. Realmente muito legal, até para quem não gosta de aventuras radicais. Podem ir sem medo.


Há ainda o Country Bear Jamboree, muito bonitinho para crianças, mas não imperdível,

 

e a ilha de Ton Sawyer, que também é interessante, muito legal para as crianças, e não tem filas.

Junto com a terra da fronteira há a Liberty Square que possui atrações como a mansão assombrada (The Haunted Mansion). Adoro esta atração, outro clássico. Uma mansão do século XVIII, onde nós pobres mortais nos encontramos com 999 grim grinning ghosts (também foi lançado um filme recentemente, muito legal para ver antes da viagem).

Tem ainda o Hall of Presidents, além de ser possível fazer um passeio de barco pelo Rio Mississipi.

 

Para tristeza de muitos, Terra do Mickey – Mickey’s Toontown, onde estavam localizadas as casas da fazenda do Mickey e da Minnie, não existe mais no WDW.

Terra do Futuro ou Terra do Amanhã – Tomorrowland. Como o próprio nome já diz, todos os brinquedos são voltados para o futuro, e vale à pena passar por quase todos eles.

 

A montanha russa espacial – Space Mountain – é fora de série, ambientada no espaço, e é ideal para quem tem medo de montanha russa, pois não tem quedas – imperdível, vale um FASTPASS.

 

O Carousel of Progress é legal. E é um bom descanso. É um show com bonecos, que mostra a evolução de uma família americana através do século 20. Tem duração de 21 minutos.  Vale à pena por não ter fila, e pelo descanso, já que é um teatro (giratório).  Também um clássico.

 

Em cima do brinquedo Stitch’s Great Scape (subir pela escada rolante), tem um passeio de carrinho, que passa dentro da montanha russa espacial e de todos os outros brinquedos da Tomorrowland. É o Tomorrowland Transit Authority PeopleMover Bem legal e sem fila, ótimo para descansar. Eu realmente gosto desta atração, apesar de ser apenas um passeio. Não perco nunca, e chego a ir várias vezes.

Outras atrações são o Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin que é um passeio de carrinho giratório que é um jogo, para você atirar nos inimigos. É muito fofo, eu adoro! Stitch’s Great Scape (não gosto muito), Monsters, Inc Laugh Floor (show de comédia com os Monstros SA, todo falado em inglês), Astro Orbiter (aviãozinho tipo Dumbo) e Tomorrowland Speedway (mais para crianças, é um carrinho para dirigir nos trilhos).

 

Do lado, há um teatro ao ar livre, onde são apresentados ótimos shows com personagens. Tem um restaurante grande em frente à Space Mountain (Cosmic Ray’s Starlight Café). Em vários horários o Sonny Eclipse (um animatronic parecido com um dinossauro) faz uma apresentação tocando várias músicas famosas no teclado, interagindo com os presentes. Além de legal, serve lanches, saladas e sopas. São 3 baias com cardápio diferente, e um buffet com várias saladas e molhos para colocar nos sanduíches. Foi minha primeira refeição na Disney, com meu pai, no meu aniversário de 11 anos. Nunca vou esquecer…

 

Na Terra da Fantasia – Fantasyland, encontramos os brinquedos dos principais personagens dos clássicos da Disney. São brinquedos mais infantis, fantástico para quem viaja com crianças pequenas, e também valem à pena para quem estiver no espírito, mesmo sem crianças. Toda esta área está sendo reformulada, com várias atrações fechadas a partir de 2010. Ainda não se sabe ao certo o cronograma, mas estima-se que tudo esteja pronto em 2013.

 

O It’s a Small World é clássico, e não tem filas. Obrigatório para crianças. É bem infantil, mas é muito fofo.

 

 

 

O Peter Pan – Peter Pan’s Flight, é um dos mais bonitos brinquedos infantis.  Voamos sobre Londres e a Terra do Nunca.

 

Vocês já devem ter ouvido falar da atração da Branca de Neve – Snow White’s Scary Adventures, . Mas a atração fechou, e deu lugar à Seven Dwarfs Mine Train (Mina dos 7 Anões), muito mais divertida!

 

E o Pohh – The Many Adventures of Winnie the Pooh. Mas estas atrações têm filas, principalmente a Mina, que vale um FASTPASS.

A Disney fez um grande esforço para manter a árvore do bosque dos cem acres, mudando-a de lugar. Atualmente esta área já foi reformada, e é a entrada do brinquedo do Pooh, com um parquinho na fila, passando pela horta do coelho, e as crianças amam.

O filme Mickey’s PhilharMagic é um fantástico e engraçado filme 3-D de 12 minutos. Muito legal, e não tem fila. Divertidíssimo.

Tem ainda o Dumbo e o Carrossel com 99 cavalos diferentes (e os adultos podem ir, mesmo sem acompanhar crianças).

No final do dia vale à pena ver a EspectroMagic Parede ou Parada Elétrica…

(Esta parada é apresentada apenas 1 ou 2 vezes por semana. Para não perder, verificar a programação semanal, fornecida em todos os parques e hotéis da Disney). Em algumas ocasiões esta parada é substituída pela antiga Parada Elétrica (Main Street Electrical Parade), que é apresentada também nas festas especiais que acontecem após o fechamento do parque, e exige ingresso à parte.

… e por último, assistir sempre o show de fogos.

Wishes é o melhor show de fogos já realizado pela Disney no Magic Kingdom. Só assistindo para entender…

O ideal é ficar pelo menos uma vez de frente para o castelo, pois os fogos são feitos para serem vistos por este ângulo (e para ver também a Sininho, descendo iluminada da torre do castelo). Assistir das laterais (principalmente aquela ponte que vai para a Terra do Futuro) não é muito bom. Mas uma ótima alternativa é em frente ao Pooh até o Carrossel. Neste ponto, vemos os fogos de dois lado (ficamos no meio dos fogos), e é muito lindo para quem já viu pelo menos uma vez de frente. E se você não estiver dentro do parque, você terá uma ótima vista perto de onde se pega o barco para o estacionamento, e não gasta ingresso. Já fiz isso algumas vezes quando estava indo jantar em algum dos hotéis ao redor do MK.

 

Este encerramento é realmente emocionante. Um dos pontos altos de toda a viagem.

Animal Kingdom, o mais novo dos parques da Disney, possui atrações lindíssimas. É um parque dedicado à natureza e à preservação.

Como todos os parques da Disney, possui diversão sem fim para as crianças.

 

O parque é dividido em 7 áreas: Oásis, Discovery Island, Camp Minnie-Mickey, África, Rafiki’s Planet Watch, Ásia e Dinoland U.S.A.

 

As duas atrações mais fenomenais são o Kilimanjaro Safaris e o Expedition Everest.

 

O Kilimanjaro Safáris reproduz o habitat natural de uma savana africana, e os animais ficam livres numa área por onde passeamos num veículo aberto. Não há nenhuma espécie de proteção ou grades. Este vídeo oficial é ótimo:

O Expedition Everest é uma montanha russa ambientada no Monte Everest, com participação especial do Yeti. Com certeza vale um FASTPASS, ou mais. É deliciosa, e muito divertida. Mesmo aqueles que não gostam de montanhas russas e brinquedos radicais vão adorar. Podem ir sem medo.

Outras atrações muito legais:

Dentro da Árvore da Vida – The Tree of Life, tem um teatro estrelando o fenomenal desenho 3D It’s Tough to be a Bug! É um desenho que fala sobre as dificuldades da vida dos insetos, com os personagens de Vida de Inseto (A Bug’s Life). Com crianças não perca!

Kali River Rapids é um passeio de barco muito animado. Boas chances de se molhar.

 

DINOSAUR – uma viagem para a época dos dinossauros em um carro experimental. Bem divertido (mas a Ellerim achou meio radical).

Além destas atrações, há várias atividades para crianças (como o The Boneyard, um parque inteiro de dinossauros, fósseis para escavar, várias atividades didáticas e passeios ecológicos, labirinto, parte com água).

 

O show do Nemo também é fofo para crianças (eu gostei muito). Mas tem gente que dorme rsrsrsrs.

Também são muito bonitos o show do Rei Leão (Festival of the Lion King, um teatro bem diferente, e a maioria das pessoas acha imperdível) e a parada (Mickey’s Jammin’ Jungle Parade, legal mas nem se compara com a do MK).

Há várias outras atrações ligadas a animais e preservação, como o centro de preservação (precisa ir de trem, e é bem interessante), show com pássaros e Maharajah Jungle Trek, ou seja, mais um parque em que precisamos escolher apenas as atrações mais interessantes.

Por fim, o restaurante Rainforest Café é imperdível, ainda que seja apenas para conhecer, mas pode ser visitado também em Downtown Disney, para não perder tempo de parque.

 

É um parque que fecha cedo, e sem show de fogos por causa dos animais (também é proibido vender e entrar com balões aqui). Então, é um bom dia para ir para fazer um outro programa depois, como compras ou algum show.

 

Downtown Disney (futura Disney Springs)

http://disneyworld.disney.go.com/destinations/downtown-disney/

 

É ótimo, e vem melhorando a cada ano. Está cada vez mais sofisticado e mais bonito. Em setembro de 2008 a área conhecida como Pleasure Island, que reunia várias boates, foi fechada. Toda área está sendo reformulada, e em 2016 será aberta transformando Downtown Disney em Disney Springs.

A primeira parte de Downtown Disney é o Marketplace, e não precisa de ingresso. São lojas da Disney, muito bonitas, especiais, a loja da Lego (impressionante) e inúmeros restaurantes.

No final há um Rainforest Cafe. É um restaurante dentro da selva. Um excelente lugar para jantar, mas é preciso reservar ou esperar. Mesmo se não forem jantar, vale pelo menos um passeio dentro do restaurante e loja. É lindo. O cardápio é ótimo, com camarão e carnes. http://www.rainforestcafe.com/

Há também o novíssimo T-Rex Café, fantástico. Mesmo estilo do Rainforest, pois são da mesma cadeia.

http://www.trexcafe.com/


http://www.youtube.com/watch?v=c1dbWHe0WLE

 

Já o Planet Hollywood, na minha opinião, vale no máximo uma visita de 5 minutos. Não é tão legal. Mais legal por fora do que por dentro. Esta um pouco decadente.

Aqui também tem uma Bibbidi Bobbidi Boutique, na loja World of Disney (uma boa opção para quem não quer perder tempo no Magic Kingdom).

Aliás, a loja World of Disney é uma atração à parte! Linda demais!

Todas as lojas são lindíssimas. Tem loja só de enfeites de natal, outra só com produtos para cozinha, e uma com tudo de esportes.

Saindo do estacionamento de ônibus próximo ao Wolfgang Puck Express (lado direito olhando de frente para o lago) tem um barquinho que faz o passeio no lago, e segue para os hotéis próximos. É um passeio muito legal, que vale à pena (tanto fazer só o passeio, como ir conhecer alguns hotéis). Qualquer pessoa pode entrar, não precisa ser hóspede.

 

No West Side há muitas lojas e o Disney Quest (um fliperama gigante, de 3 andares, com vários brinquedos antigos e modernos, como simuladores e realidade virtual. Precisa de um ingresso específico se você tiver apenas o ingresso básico para os parques).

 

A Nova atração de Downtown é um vôo de balão. É um grande balão, com capacidade para 29 pessoas. Custa US$ 18,00 acima de 10 anos, e US$ 12,00 para crianças de 2 a 9 anos. Abaixo de 2 anos é gratuito. Mas este balão apenas sobe e desce no mesmo lugar.

http://disneyworld.disney.go.com/destinations/downtown-disney/attractions/characters-in-flight/

Por fim, há o espetáculo La Nouba do Cirque du Soleil. É um espetáculo que só pode ser assistido aqui, pois é exclusivo da Disney (precisa de ingresso específico para o show). O ingresso pode ser comprado no local, ou em diversos sites ou outros locais que vendem ingressos em geral.

Dragão de lego:

 

Universal Studios:

 

http://www.universalorlando.com

 

Mapa Interativo:

http://www.universalorlando.com/theme-parks/universal-studios-orlando/map.html

 

É um parque lindo. Na verdade, atualmente não é mais só um parque, e sim um complexo tal como a Disney, com dois parques, lojas, restaurantes, cinemas e hotéis (ver abaixo). Dá para conhecer em menos tempo que a Disney. Há atrações emocionantes, e a arquitetura do parque é fascinante. Mas não é tão confortável em dias de muito sol ou chuva, e também não é tão confortável com crianças pequenas, embora tenham atrações específicas para elas. É o parque ideal para adolescentes.

 

Valem muito a pena: Terremoto (Disaster), o Exterminador do Futuro (Terminator 2 3-D), Tubarão (Jaws), ET (E.T. Adventure), Montanha Russa da Múmia (Revenge of the Mummy the Ride), Shrek 4-D, Simulador dos Simpsons (The Simpsons Ride – uma das melhores atrações de Orlando na minha opinião).

 

Para crianças há o parque do Barney, que é lindo para crianças bem pequenas e tem um show ao vivo. Também o parquinho do Fievels (com água) e do George o Curioso, o simulador do Jimmy Neutrons, montanha russa do Pica-pau e o Man in Black.

 

Os parques Universal possuem planos de alimentação (aproximadamente US$ 25,00), mas servem apenas para 2 ou 3 restaurantes em cada parque. Há ainda um copo (mug) que permite o refil de refrigerantes por menos de US$ 1,00.

AGUARDE!!!!!

Em outubro vamos trazer todas as novidades sobre o novo parque o Harry Potter na Universal, o Diagon Alley!

Island of Adventure:

 

http://www.universalorlando.com/amusement-parks/islands-of-adventure.html

 

Mapa interativo:

http://www.universalorlando.com/amusement-parks/islands-of-adventure/map.html

 

 

Fantástico para adolescentes e para quem gosta de brinquedos radicais. Fica ao lado (realmente do lado) da Universal. É um parque que tem a maioria dos brinquedos radicais, quase todos baseados em cartoons. Realmente emocionante. Uma montanha russa melhor do que a outra, corredeiras, elevadores, simuladores.

 

Tudo ótimo.

 

Atrações legais: The Incredible Hulk Coaster, Doctor Doom’s Fearfall, The Amazing Adventures of Spider-Man, Jurassic Park River Adventure (molha muito, mas é bem legal), Popeye & Bluto’s Bilge-Rat Barges, Dudley Do-Right’s RipsawFalls. Já o Poseidon Fury só vale pelo túnel de água.

 

Este parque tem o mesmo problema que a Universal, de não ser tão confortável em dias de calor ou chuva. E tem muitos brinquedos com limitação de altura. Não é o parque ideal para crianças muito pequenas (de menos de 2 anos). Mas tem uma área inteira reservada para as crianças (Seuss Land), um labirinto fenomenal com diversos brinquedos no Camp Jurassic, o barco do Popeye, o Me Ship The Olive e o Jurassic Park Discovery Center, um centro interativo muito legal.

 

The Wizzarding World of Harry Potter

Dia 18 de junho de 2010 foi inaugurado o mundo do Harry Potter, um parque dentro do parque (The Wizzarding World of Harry Potter).

 

 

http://www.universalorlando.com/harrypotter/

http://www.youtube.com/watch?v=nvG4MKnp9zw&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=ziqP1yKHloM&feature=channel

http://www.youtube.com/watch?v=4-6ndZjBy7s&playnext=1&videos=_7YbXH0oBro&feature=mfu_in_order

 

Entramos no Wizzarding World of Harry Potter pela estação de trem de Hogsmeade, e tudo é muito lindo e fiel aos filmes. Logo vemos o Correio Coruja e a Ollivanders do lado direito. A Ollivander é uma atração, em que entram algumas pessoas na loja, e um é escolhido para comprar a varinha, com alguns efeitos especiais. A saída é pela loja Dervish and Banges, que é pequena. Do lado esquerdo tem a  Honeydukes e Zonko’s. Essas duas lojas são pequenas e interligadas. Na primeira encontramos o sapo de chocolate e feijõezinhos de  todos os sabores (ótimos). O restaurante Three Broomsticks é bem fiel aos filmes também, muito legal. Vende cerveja amanteigada. Várias barracas também vendem produtos e cerveja amanteigada e suco de abóbora na rua, pois todas as lojas têm filas para entrar. Nos banheiros, preste atenção para ouvir a Murta que Geme. Há ainda duas atrações mais radicais: Dragon Challenge (montanha russa) e Flight of the Hippogriff (montanha russa infantil).

 

A grande atração (além da própria Hogsmeade), é o castelo e o Harry Potter and The Forbidden Jorney, que fica no castelo de Hogwarts School of Witchcraft and Wizardry. É um simulador fenomenal (mistura simulador com cenário, numa tecnologia totalmente nova). Boa parte da fila do brinquedo é dentro do castelo. Passamos pela estufa das aulas de herbologia, pela fênix que guarda a escada em caracol, várias estátuas, a sala precisa, sala comunal da Grifinória, vários quadros que vão conversando, a Mulher Gorda, Dumbledore’s Office (prestar atenção na penseira na entrada), sala de aula de Defesa Contra Artes das Trevas e o teto do grande salão.  Tudo muito legal, com hologramas dos personagens. E o simulador é fenomenal (muito mais para quem conhece a história, com certeza).

 

 

City Walk

http://www.universalorlando.com/citywalk.html

Mapa Interativo:

http://www.universalorlando.com/amusement-parks/map.html

Para completar os dois parques, há o City Walk. Ele é separado dos parques por um rio. No City Walk encontramos lojas, restaurantes, boates, shows ao vivo e aproximadamente 20 salas de cinema. Mas não é só isso. Todos os restaurantes são temáticos. Lá fica o maior de todos os Hard Rock Cafes (imperdível, sou fã de carteirinha… sério, tenho mesmo uma carteirinha! ROCK AND ROLL!!!), o restaurante da NBA, o Marguerittas Ville, restaurante da Nascar, o Bubba Gump Shrimp e outros restaurantes famosos. Chegando no parque, de manhã, já é possível fazer a reserva para qualquer um dos restaurantes. Como os parques da Universal fecham mais cedo, sempre dá para jantar em alguns destes restaurantes. À noite, é tudo iluminado, com música na rua, shows, água saindo do chão, simplesmente mágico. Um dos cinemas tem uma tela gigantesca. Muito legal.

 

Na foto, Ellerim com 1 aninho…

 

Express Pass Plus Tickets; http://www.universalorlando.com/tickets/express-pass-plus.html?intcmp=ban.uo.tickets.express

 

Acho que vale à pena comprar o Express Pass para não pegar filas, e fazer o parque em um só dia. O Express Pass varia de preço ( para Universal de US$ 19,00 a US$ 49,00, já para Island fica bem mais caro), dependendo da estação, se for válido para ir uma vez em cada brinquedo ou quantas vezes quiser. E ainda se for para um ou dois parques e para um ou dois dias. Ou seja, são várias opções.

 

Não há necessidade de adquirir antecipadamente. Pode ser comprado na entrada do parque, e normalmente não há filas. Mas verifique bem qual o tipo, pois os preços são bem diferentes. O mais barato é para uma vez em cada brinquedo para 1 parque. O mais caro é para quantas vezes quiser em cada parque, para 2 parques. Por dois dias.

 

Outra dica para não esperar tanto tempo nas filas nos parques da universal é pegar a fila de “single ride”, que significa só uma pessoa. Nesta fila, as pessoas são acomodadas nas cadeiras que sobram, e não andam juntas. A fila é consideravelmente menor.

 

Também é interessante pagar pelo estacionamento VIP, pois ao contrário da Disney, não há trenzinho até a entrada do parque. Todo o percurso precisa ser percorrido à pé, e o estacionamento é gigantesco. Mesmo o estacionamento VIP é bem longe. A caminhada pode levar até meia hora em dias de movimento.

Sea World 

Sea World

Sea World

Um parque fenomenal, principalmente para os amantes do mar e dos animais marinhos (que não sejam contra este tipo de atração, pois o parque vem sofrendo muita publicidade negativa decorrente do documentário Blackfish).

mapa sea

A melhor dica é visitar o Sea World antes de visitar os parques da Disney, para não ficar ofuscado.

O Sea World atualmente é composto por 3 parques. O Sea World, o Discovery Cove e o Aquática.

Há várias promoções para comprar ingressos com ingressos da Universal e Bush Gardens.

Ingressos: http://www.seaworld.com/Tickets/Visitors.aspx

Mapa: http://www.seaworld.com/orlando/parkmaps.html

 

Atrações muito legais:

Antarctica: Empire of the Penguin

Antarctica: Empire of the Penguin

Antarctica: Empire of the Penguin. Uma das nossas atrações favoritas, pois amamos pinguins. Mas não subestime o frio deste habitat. É realmente muito muito frio. Leve casaco principalmente se estiver quente do lado de fora, ou você terá que sair correndo. Começa com uma brinquedo e termina no novo habitat dos pinguins.

Wild Arctic - Não perca este simulador!

Wild Arctic – Não perca este simulador!

Wild Arctic. Começa com um simulador (em épocas festivas é uma viagem com o Expresso Polar – uma história de Natal) e termina com uma visita aos ursos polares, morsas e baleias belugas. Lindo, imita uma estação polar. É um pouco frio lá dentro.

 

Brinquedos radicais como o Journey to Atlantis, Kraken e o novíssimo Manta (uma das melhores montanhas russas de todas): http://www.ridetheflyingray.com/manta/

Ainda que não vá no Jouney to Atlantis e Na Manta, não deixar de conhecer os aquários que ficam juntos com as atrações (o primeiro na loja da saída, o da Manta fica um pouco antes da entrada da atração.

Believe, o melhor show de todos os tempos, simplesmente lindo e emocionante. Mas não vale muito o almoço no Back Stage (ver abaixo). Atualmente, o show perdeu um pouco do brilho, porque os treinadores não entram mais na água, depois do incidente que acabou vitimando uma treinadora.

http://www.youtube.com/watch?v=rdEHEzGSj8g&feature=related

 

Dolphin Cove. É possível alimentar os golfinhos em determinados horários, e o aquário subterrâneo deste tanque é muito lindo. Ainda mais bonito por baixo do que por cima.

 

É muito gostoso passear ao redor do Pacific Point Preserve. Novamente é possível alimentar as focas e leões marinhos, bandeja com 3 peixes por US$ 4,00. É realmente muito divertido. São animais muito fofos.

 

Shark Encounter. Esta é uma atração incrível, inspiradora do filme Tubarão 3. Um túnel de acrílico submerso no tanque dos tubarões. Imperdível.

http://www.youtube.com/watch?v=wuR5HLcN1_4&feature=related

 

 

O Stingray Lagoon é um tanque raso cheio de arraias. É possível passar a mão nas arraias, e também alimenta-las em alguns horários. Não é muito caro, e é bem divertido.

 

Para crianças há um parquinho completo com local para as crianças se molharem, com água saindo do chão (melhor levar roupa de banho), brinquedos e atrações especialmente para eles, parquinho de areia e um grande labirinto, no Shamu’s Happy Harbor. Fantástico para crianças.

 

Refeições especiais:

Por US$ 42,00 é possível almoçar um buffet de frutos do mar, com vista para um tanque onde fica uma baleia (inclui refrigerante). Após, os convidados ficam em um local especial para assistir o Show Believe. Os inconvenientes são o preço, o horário (não é flexível), e a espera de 30 minutos para o show depois do almoço (os convidados são encaminhados ao estádio 30 minutos antes, quando o estádio ainda está praticamente vazio).

Para os fãs, é possível tomar café da manhã com o Elmo (personagens passam pelas mesas e fazem show) e tirar uma foto. US$ 18,00 para adultos e US$ 16,00 para crianças acima de 3 anos.

http://www.seaworld.com/sitepage.aspx?PageID=597

http://www.youtube.com/watch?v=pU7tl3fhjlY&feature=related

 

 

O restaurante Sharks Underwater Grill é muito bonito, pois uma parede inteira é o tranque de tubarões, um aquário gigante. A comida e boa, e cara. Mas o interior é muito muito frio. Vale mais à pena conhecer do que fazer uma refeição no local. Ou pelo menos leve um casaco…

 

 

 

O Reflections é o melhor show de encerramento da Sea World de todos os tempos. Muito lindo. Vale à pena conferir.

http://www.youtube.com/watch?v=MhECoJaTAtw&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=3AOC0Zc7KC4

 

 

Discovery Cove

 

http://www.discoverycove.com/DCO2/Explore/Discover.aspx

Neste parque, é possível nadar com golfinhos, com hora marcada. O parque recebe no máximo 1.000 convidados por dia, e não há filas. O ingresso é bem mais caro.

 

http://www.youtube.com/watch?v=v1NF76mXRu4

 

Aquática 

Parque Aquático da Sea World - Aquática (evite os finais de semana)

Parque Aquático da Sea World – Aquática (evite os finais de semana)

http://www.aquaticabyseaworld.com/Site/flash/homepage/Default.aspx

 

Parque aquático da Sea World. Além dos brinquedos tradicionais, possui vários animais marinhos.

É um parque bem confortável, com muitos lugares para sentar mesmo nos dias de bastante movimento. Mas nos finais de semana não é muito legal.

 

Vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=ZFZoLASIy0A

http://www.youtube.com/watch?v=tYsnLoahBUA&feature=fvw

Como escolher seu Hotel em orlando?

Hotéis da Disney:

Vantagens de ficar em hotéis dentro da Disney:

http://disneyworld.disney.go.com/resorts-benefits/

 

Top